André promete Vasco ‘de igual para igual’ contra o Internacional fora

O Vasco joga fora de casa contra o Internacional, neste domingo, às 16h, no Centenário de Caxias do Sul, mas André garante que a equipe não entrará em campo apenas para se defender. O atacante cruz-maltino não se incomoda nem um pouco com o teórico favoritismo do adversário mais badalado e promete um jogo de igual para igual.

– É bom que o Internacional seja favorito nessa partida. Mas, ao mesmo tempo, o Vasco está numa posição melhor do que muitos esperavam. Mesmo assim, tenho certeza de que vamos jogar de igual para igual. Tomara que possamos voltar para o Rio com um resultado positivo – disse à Rádio Tupi.

Com sete pontos em cinco jogos, o Vasco está em nono lugar no Campeonato Brasileiro. Já o Inter, com seis, é o 13º.

Inter

Enquanto aguarda a definição dos últimos trâmites para fazer do Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, sua (nova) casa e diminuir a rodagem pelas estradas e aeroportos do Brasil, o Inter extrapola milhagens no mês de julho entre partidas do Brasileirão e Copa do Brasil. Em 30 dias, serão oito partidas e cerca de 19 mil quilômetros percorridos entre viagens a Caxias, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pernambuco.

Jogar no Centenário, como neste domingo, às 16h, contra o Vasco, e viajar a Caxias do Sul é o menor dos problemas do time de Dunga. Segundo o diretor médico Paulo Rabello, o desgaste pelas duas horas de traslado até a Serra, de ônibus, são suportáveis para a maioria dos atletas do grupo principal. Não há esforço físico considerável, assegura.

– De ônibus é tranquilo porque saímos de um lugar para outro com hora marcada, programação definida, lanche. A questão, muitas vezes, está no tempo de espera em aeroportos e no pós-jogo em Caxias do Sul – aponta o médico.

Os cuidados ficam por conta dos médicos, nutricionistas e fisiologistas do clube. A alimentação e o descanso dos atletas são duas das preocupações dos profissionais do clube em meio a uma planilha de afazeres. Café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde, o que comer, por quê comer fazem parte do check-list.

Quando a partida é realizada à tarde, o retorno para Porto Alegre se dá no início da noite – o que permite que os jogadores façam refeições em horários “corretos” e tenham um tempo maior de repouso. Quando os confrontos ocorrem no final da noite, como o jogo contra o América-MG, válido pela terceira rodada da Copa do Brasil, dia 10, a situação se complica.

Os outros jogos de hoje:

(Agências)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.