Amazonas é o segundo Estado do Norte em adesão ao “Mais Médicos”

Brasília – Noventa venta e dois por cento dos municípios aderiram ao Programa Mais Médicos instituído pelo Governo Federal para levar médicos para as cidades do interior brasileiro. Segundo dados do Ministério da Saúde, o Amazonas foi o segundo estado do Norte com mais solicitação de médicos, ficando logo atrás do Pará.

Entre os profissionais, o Amazonas também foi o segundo com o maior número de inscritos.

Em relação ao número de municípios que solicitaram o reforço no quadro de profissionais, o estado registrou o maior índice do país: 97% das cidades aderiram ao programa.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde , Alexandre Padilha, nesta sexta-feira (26). Segundo o Ministério da Saúde, em 15 dias foram 18.450 médicos inscritos, sendo que 1.920 são estrangeiros. No total, 3.511 prefeituras de todo o Brasil se inscreveram para participar do primeiro ciclo de contratações do programa Mais Médicos, do Governo Federal. Novas inscrições para médicos e municípios, no Mais Médicos, vão ser reabertas no dia 15 de agosto.

Norte na frente

A Região Norte teve o maior número de adesões: 1.764. Para Padilha, o número indica que a região é uma das prioritárias no programa. “Chamo a atenção para o fato de que nenhuma região teve índice de adesão menor do que 55%. Em especial, destaco o bom resultado do Norte do país: o Amazonas chegou a 97% e o Amapá a 94% de adesão. Com esse mapeamento, teremos mais clareza do esforço que teremos que fazer para atender à população onde faltam médicos no Brasil”, declarou o ministro.

Do total de inscrições, o Ministério identificou 8.307 pedidos com os números de CRMs inválidos, além das inscrições de 1.270 médicos residentes que já recebem bolsas de especialização.

Os médicos têm até a meia noite deste domingo (28) para corrigir supostos erros no cadastro. Os residentes vão ter que apresentar uma declaração de desligamento do programa de residência médica junto à coordenação do Ministério da Saúde.

A divulgação dos CRMs válidos no Brasil e o município em que cada profissional vai atuar está prevista para 1º de agosto.

(Amazonianarede – MS)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.