Amazonas discute soluções para remediação dos lixões no Estado

(Foto: Divulgação)

O segundo dia da 4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente está sendo marcado pelos debates em grupos, divididos por quatro eixos temáticos: Produção e Consumo Sustentáveis; Redução dos Impactos Ambientais; Geração de Emprego, Trabalho e Renda; e, Educação Ambiental.

O encontro tem como pauta o tema Resíduos Sólidos e traz para a discussão soluções para a remediação dos lixões no Estado do Amazonas. O evento é uma realização do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS).

A conferência está sendo realizada no Centro Universitário Luterano de Manaus (CEULM-Ulbra), localizada na avenida Carlos Drummond de Andrade, nº 1.460, conjunto Atílio Andreazza, bairro Japiim 2, zona sul, e vai até sexta-feira, dia 30.

De acordo com o coordenador do evento, José Adailton Alves, a metodologia se define a partir das discussões em torno das propostas de cada grupo, que somam um total de 240.

“Cada grupo deverá definir 20 propostas, a serem expostas amanhã, último dia da Conferência, na plenária. Na ocasião, os 194 delegados definidos previamente nas etapas preparatórias, deverão sintetizar 5 propostas de cada grupo, que serão levadas para a Conferência Nacional de Meio Ambiente”, explica o coordenador.

Eixos Temáticos:

Produção e Consumo Sustentáveis – Tem como uma das diretrizes implantar obrigatoriamente a coleta seletiva nos municípios do Estado, como recomenda a Lei 12.305/2010, por meio de incentivos às prefeituras municipais para estruturar a adequada coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos, assim como na implantação de pontos de entrega voluntária.

Redução dos Impactos Ambientais – Um dos destaques desse eixo é reivindicar apoio financeiro e técnico junto ao poder público para a elaboração do Projeto Executivo, construção, implantação e manutenção dos aterros sanitários nos municípios, prevendo a capacitação da equipe local para sua operação e monitoramento e a instalação da infraestrutura e equipamentos para o seu funcionamento.

Geração de Emprego, Trabalho e Renda – Uma das propostas consiste em apoiar e promover a criação de novas cooperativas e associações de catadores, buscando parcerias entre governo e empresas para assistência jurídica, capacitação técnica e apoio em infraestrutura para atuação nas áreas urbanas.

Educação Ambiental – Uma das discussões nesse eixo é a realização de campanhas de Educação Ambiental nos bairros, escolas, dentre outros, para sensibilizar e fortalecer conceitos e ações para a prática da coleta seletiva dos resíduos sólidos para reutilização e reciclagem, despertando-os à limpeza pública e à conservação do meio ambiente, divulgando nos meios de comunicação.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.