A Polícia liberta os reféns prende os bandidos no D. Pero II

Demorou várias hras, mas a Polícia teve sucesso no sequestro no D. Pero II
Demorou várias hras, mas a Polícia teve sucesso no sequestro no D. Pero II

Manaus, AM – Homens armados invadiram uma  residência localizado no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus, e renderam seis pessoas na tarde deste sábado (17). A polícia foi acionada, e a negociação para a liberação de vítimas durou mais de 4 horas. Não houve feridos.

A casa invadida fica na Rua Martim Afonso. De acordo com a polícia, dois homens e uma mulher entraram na casa, por volta de 13h30, no momento em que a família recebia uma encomenda para a realização de uma festa.

Seis pessoas foram rendidas, entre elas o motorista do caminhão e a esposa dele, que faziam entrega no local. O condutor foi o primeiro a ser liberado pelos criminosos, às 14h30.

Os reféns foram librados e os suspeitos presos

A Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), da Polícia Militar, informou que quatro pessoas ficaram sob poder dos assaltantes na sala da residência. Outras duas, que se trancaram em um dos quartos, conseguiram comunicar o crime à polícia. Durante a negociação, os suspeitos exigiram coletes, algemas e a presença da imprensa.

Mais de duas horas depois da liberação do primeiro refém, por volta das 16h55, o proprietário da casa, Marcílio Barbosa Leal Alves, de 60 anos, foi liberado (veja vídeo abaixo).

Minutos depois, uma mulher também foi autorizada a deixar a casa. Ela saiu acompanhada da assaltante. Em seguida, o segundo suspeito se entregou à PM. O último assaltante se rendeu às 17h27, depois que uma familiar entrou no local e pediu para ele se entregar (veja vídeo abaixo).

A operação no D. Pedro II, durou quase toda a tarde

Marcílio Alves disse que os suspeitos faziam ameaças. “Eles queriam joias, dinheiro, celular. Ficaram me ameaçando muito, mas graças a Deus a gente ficou calmo, eu estava calmo.

Eles gritavam muito, ficavam só nas ameaças, nas negociações. Eles acharam que encontrar alguma coisa de valor. Tentamos conversar com eles, dizendo que era melhor eles se entregarem”, disse.

Ao menos dez viaturas da Polícia Militar foram enviadas ao local. Equipes do Comando de Operações Especiais (COE) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência deram apoio.

Amazonianarede-JAM

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.