Votação transcorre em paz no 2° turno em Manaus

Amazonianarede/Sérgio Costa-Texto e fotos

Manaus – O clima de paz e tranquilidade reinou nas ruas da cidade, durante a votação do segundo turno das eleições para prefeito de Manaus. Os eleitores não encontraram dificuldades para chegar as suas seções eleitorais e digitar os números de seus candidatos.

Numa das escolas da zona centro-sul a presença da polícia militar garantiu que a vontade dos eleitores fosse expressa nas urnas, sem a presença dos inconvenientes cabos eleitorais que, em outras épocas, inundavam as pessoas com “santinhos e brindes. Nas ruas, a presença de cinco mil policiais, entre civis, militares e federais, colaborou para o andamento tranquilo da votação.

 

Cidadania

Um outro ponto positivo deste segundo turno foi a vontade das pessoas de exercer seu direito à cidadania. O maior exemplo disso é Seu Clóvis Cavalcante (72) que por lei não tem mais a obrigação de votar, mas ele não abre mão de participar de uma mudança que acha necessária:

 

SR Clóvis Cavalcante

“Vim votar para ajudar a mudar as coisas no país, com uma quadrilha comandando o país a gente votando vê se muda isso, porque só muda com duas coisas: uma revolução ou educação. Educação daqui há cinquenta anos, cem anos e a revolução pode mudar de um dia para uma noite, como foi feito na França com a queda da bastilha”, afirma ele categórico.

Transporte

O esquema montado para garantir a mobilidade dos eleitores, neste domingo de votação, também funcionou. A reportagem do Portal Amazonianarede contatou a situação dentro de um dos ônibus que fazem o trajeto Jardim Primavera-Centro. Todos os passageiros sentados e vários lugares desocupados.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.