Vereador quer a criação de PACs para deficientes

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Manaus (COMDIH/CMM), vereador Professor Samuel (PPS), propôs, por meio de Indicação ao Executivo Municipal, a criação e Terminais de Atendimento específicos a pessoas com algum tipo de deficiência física.

Os terminais, segundo o vereador, irão disponibilizar serviços públicos como emissão de documentos, pagamentos de faturas e outros serviços. “Seria uma espécie de Serviço de Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) voltado exclusivamente para deficientes”, explicou Samuel.

Segundo dados do Censo 2010, nos últimos dez anos, o número de pessoas com deficiência no Amazonas cresceu 96,8% e, atualmente, atinge 23,2% da população.

O Amazonas ocupa o 16º lugar no ranking nacional de habitantes com algum tipo de deficiência, seja visual, motora, auditiva ou mental. “Logo, é mais que necessário fornecermos melhores condições de vida a essas pessoas, pois as dificuldades enfrentadas diariamente são inúmeras”, justificou o vereador.

Ele disse que a proposta contempla ainda disponibilidade de internet gratuita aos usuários do serviço. “Todos esses pontos de atendimento também deverão ter também um vídeo embutido, teclado, informações visuais, por escrito e com voz e audiodescrição”, disse.

O atendimento padrão inicial deverá ser com um vídeo explicativo de como se deverá utilizar e preservar o terminal, tais informações deverão ser transmitidas por vídeo, voz e legenda de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). “Acreditamos que esse tipo de proposta atende também às necessidades que irão surgir com o aumento de turistas em Manaus durante os jogos da Copa de 2014. Isso porque poderemos receber visitantes com algum tipo de limitação física e devemos estar preparados”, concluiu Samuel.

(Fonte: Dircom – CMM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.