Vasco empata com o Bahia e se complica mais

(Amazonianarede – Lancenet)

Bahia e Vasco empataram neste domingo em 0 a 0 na Itaipava Arena Fonte Nova e o resultado foi pior para o time de São Januário, que continua na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na antepenúltima colocação.

O time baiano, após uma viagem desgastante no meio da semana para Colômbia, segue no meio da tabela, em 11º.

Na primeira etapa, o Vasco teve mais chances e quase marcou em algumas oportunidades, mas o placar permaneceu inalterado. Na segunda etapa, o Bahia melhorou, começou pressionando, mas o time carioca conseguiu manter o ímpeto. Entretanto, nada foi suficiente para que alguma das torcidas comemorasse um gol em Salvador.

Na 25ª rodada do Brasileirão, o Bahia vai até Mogi Mirim (SP) para enfrentar o Corinthians, em crise, na quarta-feira, às 21h50. Na quinta, às 21h, o Vasco recebe o Internacional em São Januário.

DOMÍNIO VASCAÍNO

O Vasco começou melhor a partida. Aos quatro minutos, Edmilson aproveitou bobeira de Marcelo Lomba e chutou para o gol vazio. Mas o atacante estava sem ângulo e a bola não entrou. Aos dez, quase um golaço. Dakson viu o goleiro adiantado e chutou do círculo central, só que Lomba espalmou para fora.

O Bahia até melhorou, aumentou sua posse de bola, mas só teve chance aos 20 minutos, com Fernandão, de cabeça. O Cruz-Maltino jogava muito mais à vontade e avançava com muito mais perigo ao campo do time da casa que, apesar de muito bem organizado, não levou mais perigo ao gol de Diogo Silva. Ainda houve tempo de, em rápida jogada de contra-ataque, Pedro Ken cruzar e Juninho chegar atrasado, de carrinho.

BOLA NÃO ENTRA

No segundo tempo, foi o time da casa quem tomou a iniciativa, pressionando com muita velocidade. E surgiram algumas chances, como a de Wallyson aos nove minutos, em que o atacante chutou nas mãos do goleiro vascaíno. Mas logo o visitante voltou ao jogo. Dakson cobrou falta da esquerda com pouco ângulo, mas o chute forte obrigou Marcelo Lomba a fazer boa defesa.

E aos 29, André arrancou pela esquerda e optou pelo chute, quando tinha dois companheiros sozinhos dentro da área. Seria a grande chance do time de São Januário. No contragolpe, Wallyson aproveitou jogada da esquerda e chutou, mas a bola subiu muito. No fim do jogo, Fillipe Soutto cobrou falta com força e a bola voou rasante ao travessão. A bola não quis entrar na Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 x 0 VASCO

Local: Itaipava Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data-Hora: 29/09/2013, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)
Público/Renda: 31.946 pagantes e 34.870 presentes – R$ 963.960
Cartões Amarelos: Lucas Fonseca (8’/1ºT) e Wallyson (40′,2ºT) para o Bahia e Yotún (3′,2ºT), Fágner (14′,2ºT) para o Vasco
Cartões Vermelhos: nenhum
Gols: nenhum
BAHIA: Marcelo Lomba; Madson (Wallyson, Intervalo), Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Fabricio Lusa, Hélder e Marquinhos Gabriel (31′,2ºT); William Barbio (Wangler, 20′,2ºT) e Fernandão. Técnico: Cristovão Borges

VASCO: Diogo Silva; Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Pedro Ken, Fillipe Soutto, Juninho (André, 24′,2ºT) e Dakson(Jhon Cley, 31′,2ºT); Marlone (Willie, 24′,2ºT) e Edmilson. Técnico: Dorival Júnior.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.