Urbanitários do Amazonas aderem ao movimento nacional e entram em greve dia 15

Manaus – Após a participação ontem da manifestação nacional convocada pelas centrais sindicais ocorrida em todo o país, por melhores salários, condições de trabalho e outros direitos, os urbanitários do Amazonas estão anunciando greve para o próximo dia 15.

A deflagração do movimento paredista no Amazonas foi definida em Assembléia Geral da categoria realizada no último dia 9 e o movimento, caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas, poderá se estender por tempo indeterminado.

No cartaz convocando a categoria para a greve, diz: “ Não podemos permitir que direitos conquistados em acordos coletivos sejam arrancados dos trabalhadores eletricitários que não podem mais uma vez pagar pela incompetência política e administrativa do setor elétrico. Vamos nos unir para proteger nossos direitos”.

Movimento nacional

A greve programada para começar no dia 15 é de caráter nacional. Segundo informa a Federação Nacional dos Urnabitários ( FNU), terá caráter nacional e será uma resposta e não apenas uma contraproposta rebaixada e apresentada pela direção da Eletrobrás na última rodada de negociações, mas todo um processo de discussão do ACT sempre baseado no desrespeito a pauta da categoria, pinclui9ndo ameaças de corte de direitos, perseguição aos dirigentes sindicais entre outras irregularidades.

Diz ainda a FNU, a CNE e os sindicatos, apostaram na mesa de negociação por entenderem, que sempre é possível buscar através do di[lago a construção de uma a proposta viável e como a direção da Eletrobrás não se mostrou sensível a isso, a única maneira encontrada para que os pontos reclamados pelos urbanitários sejam alcançados, será através da greve, que esta marcada para iniciar no próximo dia 15.

(Amazonianarede – Kennedy Lyra)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.