UEA forma 54 novos médicos para o Amazonas

Com o sorriso estampado no rosto, 54 formandos do curso da 13ª turma do curso de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) receberam a outorga de grau na noite desta quinta-feira (22).

A cerimônia foi conduzida pelo reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa e contou com a presença do vice-governador do Amazonas, José Melo.

Com apenas 22 anos, Bruno Castilhos está entre os novos profissionais formados pela UEA e está ciente dos desafios que estão por vir. “Foram seis anos para chegarmos até aqui e espero que a partir de agora tanto eu quanto a minha turma consigamos exercer a profissão de maneira digna, apesar de todas as turbulências que os profissionais da área estão enfrentando”, destaca.

Ênio Medeiros veio do município de Coari aos 14 anos para cursar o Ensino Médio em Manaus e dedicar-se aos estudos para ser aprovado no vestibular. “Tive muita coragem. Meus pais não tinham condições de morar aqui comigo e por isso, fiquei na casa de parentes, cheguei a morar sozinho e hoje me sinto muito realizado por ter insistido e perseverado. Nunca esqueço o dia em que minha mãe me colocou dentro do barco para vir estudar aqui”, relembra com emoção.

Agora como médico, aos 26 anos, Ênio é o primeiro da família a concluir o Ensino Superior e já na semana que vem viaja para São Paulo para fazer especialização. Assim como Ênio, Atena Felipe de Matos também saiu do interior com o sonho de iniciar a graduação em Manaus.

“Sempre estudei em escola pública e quando terminei o Ensino Médio em Parintins decidi vir para Manaus fazer cursinho preparatório para o vestibular porque sentia a necessidade de aprofundar meus estudos. Tive dificuldade, mas depois de cinco anos consegui a aprovação, por meio da política de distribuição de vagas da UEA que dá oportunidade para que os alunos do interior consigam realizar o sonho de concluir uma graduação”, destaca Atena.

Durante seu discurso, o vice-governador do Estado do Amazonas, José Melo, parabenizou a turma e destacou o trabalho de interiorização do conhecimento exercido pela UEA. “A UEA está cumprindo o seu papel de suprir o interior do Estado com educação superior de qualidade”, afirmou José Melo.

O reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, incentivou os novos médicos a seguirem o caminho da excelência no exercício da profissão. “Os senhores são as pessoas que irão atender aqueles mais humildes que não podem escolher ir aos nossos consultórios. Para esses nós destinamos o que temos de melhor”, aconselha.

Sobre o curso

O curso de Medicina da UEA tem o objetivo de formar o médico generalista, humanista, crítico e reflexivo para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico, capacitado ao exercício de atividades referentes à saúde da população.

(Texto e fotos: Lívya Braga)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.