Tributarista ligado a Lewandowski é escolhido por Dilma para o Supremo

Brasília – A presidente Dilma Rousseff escolheu o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), segundo fontes do tribunal.

Trata-se do advogado tributarista Heleno Torres, que esteve na quinta-feira à noite, 4, no Palácio do Planalto, acompanhado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para uma conversa reservada com Dilma.

No Twitter, o professor da USP e articulista do Estado Gaudêncio Torquato, escreveu que, em almoço com Torres, o tributarista confirmou ter sido escolhido para assumir cadeira no Supremo.

“No almoço, Heleno Torres me comunicou que foi escolhido p Supremo. E me convidou para a posse. Claro que irei. Grande jurista”, escreveu Torquato na rede social.

Professor da Universidade de São Paulo (USP), o pernambucano Torres entrará na vaga do sergipano Carlos Ayres Britto, que presidiu o Supremo e deixou a Corte no fim do ano passado.

O novo ministro é ligado a Ricardo Lewandowski, que foi revisor do processo do mensalão, e também ao prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT). O advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, é o outro padrinho da indicação de Torres.

Fonte – Ag. Estado 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.