Tayah nega recesso branco e destaca empenho legislativo da Casa

CMM
O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Isaac Tayah (PSD) negou que tenha havido “recesso branco” na Casa durante o período de campanha eleitoral. Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (03), no horário do Pequeno Expediente, Tayah reafirmou o compromisso do parlamento com as questões legislativas e citou várias ações levadas a cabo pelos vereadores, a exemplo de reuniões e debate em torno da elaboração do Plano Diretor, a conclusão das investigações na CPI da Água, as reuniões ordinárias de votação de projetos, audiências públicas e tribunas. “Não tivemos sequer uma reunião ordinária cancelada por falta de quorum ou outro motivo qualquer. Houve uma excelente produção parlamentar nesse período. Quem diz que houve recesso branco na Câmara realmente não acompanhou o trabalho da Casa in loco”, respondeu o presidente.

Tayah disse que decidiu falar do assunto, porque houve um comentário equivocado na imprensa, de que estaria havendo recesso branco na CMM. “A Casa tem feito suas sessões plenárias regimentais. Por outro lado, esse tipo de comentário atinge a imagem de quem está trabalhando e também da Instituição, mas nós sabemos que estamos em uma democracia, embora unilateral, onde nem todos tem o direito de falar, mas nós temos que falar. O que eu gostaria de ver nos jornais também é o que acontece nos bairros”, disse ele.

Como sugestão de pauta à imprensa, Tayah citou problemas na cidade, como as ruas cheias de buracos, a questão da água não solucionada, a Justiça que não deu ganho de causa a sua ação que era justamente para tirar a concessionária do serviço e cancelar de vez o contrato. “Além disso tudo, a lixeira está contaminando o solo, a empresa Cetram está praticando absurdos contaminando as pessoas com câncer futuro lá no Puraquequara e ninguém tira ela daqui”.

Tayah lembrou também o problema dos apagões em Manaus. Disse que na terça-feira um apagão no Mutirão estragou vários alimentos. “A gente tenta fazer alguma coisa e não sai uma vírgula sequer na imprensa. Isso que nos deixa chateado. Porque temos vários assuntos que deveriam ser explorados e não são. Como o projeto Minha Casa, Minha Vida, que devolveram dinheiro porque a Prefeitura sequer colocou um prego. No esporte não foi feito nada nas quadras, a saúde está um caos, não tem remédio. As casas de saúde hoje só funcionam com a Carreta que é muito caro. Nós temos que implementar definitivamente as Casa e por para funcionar os SPA e Pronto Socorro”, desabafou.

(Texto: Manoel Marques)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.