Servidores do MDA e INCRA podem entrar em greve nacional a partir desta sexta

Mesa de negociação, MDA-INCRA

 

Mesa de negociação, MDA-INCRA
Mesa de negociação, MDA-INCRA

Brasil – O Comando Nacional de Greve no Incra/MDA teve nesta quarta-feira (19/8), em Brasília, um dia de muita luta, mas com algumas vitórias. Isso, porque esteve reunido com o Gabinete do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, para tratar da pauta interna das carreiras dos órgãos e participou ativamente da assembleia na qual os servidores da Sede nacional decidiram aderir ao movimento grevista.

Por sua vez, os servidores do MDA realizarão nesta sexta-feira (21/8) assembleia geral extraordinária para debater novos passos na mobilização e deliberar nacionalmente pelo início da greve

Mesa de Negociações do MDA

Pela manhã do mesmo dia, as entidades nacionais (CNASI, SindPFA e ASSEMDA) e o Comando Nacional de Greve, acompanhados por representante da CONDSEF, tiveram, em Brasília, mais um encontro da Mesa de Setorial Nacional Permanente do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MSNP/MDA) – que é espaço onde representantes do Governo e dos servidores negociam as melhorias estruturantes para os dois órgãos. Na reunião anterior as entidades nacionais entregaram à Mesa uma proposta de consenso entre as carreiras do INCRA e MDA.

 

O movimento coma corpo
O movimento coma corpo

Nesta reunião houve também alguns avanços, como: 1 – o MDA informou que o Projeto do Novo Incra foi formalmente apresentado à presidente Dilma Rousseff há alguns dias; 2 – Até dia 21/8 o MPOG vai responder oficialmente as reivindicações específicas do INCRA/MDA; 3 – no dia 27/8 haverá reunião entre os ministro do MDA e MPOG para discutir a reestruturação do Incra e MDA, com destaque para o Aviso Ministerial.

Sede do INCRA entra em greve

A atuação do Comando Nacional para mobilizar os servidores a aderirem ao movimento de greve, justamente com integrantes da ASSERA/Br e SINDSEP-DF, ocorreu na Sede do Incra pela  manhã e tarde do dia, quando visitaram as salas e andares do Edifício Palácio do Desenvolvimento. Por volta das 15h30min teve início a assembleia e os representantes das superintendências do Incra e pessoal do MDA em greve /mobilização fizeram falas em defesa do endurecimento do movimento com o Governo. Isso significa, segundo os integrantes do Comando, passar das ações de mobilização/paralisação para a adesão à greve por tempo indeterminado.

Representantes do Pará/Marabá, Acre, São Paulo, Paraíba, Rio Grande do Sul e do MDA foram enfáticos na defesa da greve como a mais eficiente maneira de pressionar o Governo a atender as reivindicações da Greve da categoria.

Os servidores da Sede consideraram oportuno o momento para endurecer com o governo e aderiram à greve, que começa já nesta quinta-feira (20/3). Isso, pois o sindicato local havia deliberado pela greve por toda a categoria, de forma geral, durante assembleia anterior. Desta forma, bastaria que as categorias confirmassem essa decisão em assembleias setoriais, como ocorreu na Sede do Incra.

Assembleia Extraordinária do MDA deliberará pelo início de greve

Na maioria dos estados que as regionais do INCRA entraram em greve os servidores do MDA aderiram ao movimento paradista, em muitos casos, inclusive se incorporando aos comandos locais de greve, apesar do adiamento da decisão nacional pela greve. Porém, nas últimas semanas os servidores do MDA realizaram seis paralisações nacionais, com vários atos na sede em Brasília.

 

Parece que a greve, vem forte
Parece que a greve, vem forte

A ASSEMDA está convocando os servidores para esta sexta-feira (21/8) reunirem-se assembleia geral extraordinária (veja AQUI o edital de convocação) para debater novos passos na mobilização e deliberar pelo início da greve para pressionar o Governo pela inclusão no projeto de LOA 2016 (Lei Orçamentária Anual), a ser enviada ao Congresso Nacional até o dia 31 de agosto, do montante de recursos orçamentários para a reestruturação salarial contida no Aviso Ministerial.

No Amazonas, os servidores da Delegacia Regional do MDA e o  Terra Legal, ainda não aderiram ao movimento.

Amazonianarede-Cnasi/Assemda

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.