Semed vai fechar 9 escolas que funcionam prédios alugados

O anuncia, foi feito pela titular da Semed Kátia Schweickardt(foto centro)
O anuncia, foi feito pela titular da Semed Kátia Schweickardt(foto centro)
O anuncia, foi feito pela titular da Semed Kátia Schweickardt(foto centro)

Manaus – Problemas estruturais, falta de demanda e de documentos necessários para formatação de um novo contrato levaram a Prefeitura de Manaus a desativar nove escolas municipais que funcionavam em prédio alugados. Os 2,3 mil alunos, que estudavam nessas unidades de ensino foram transferidos para outras escolas, também próximas de onde moram, onde estudarão no ano letivo de 2016.

A medida foi tomada após avaliação da equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed), tendo em vista a otimização da gestão pública municipal. Foram considerados pontos como a demanda do local e a estrutura dos prédios. Ao todo, as nove unidades atendem a 2.346 estudantes, que representam 1,02% dos 228 mil alunos da rede e uma média de 260 estudantes em cada um dos nove prédios alugados, ou seja, cerca de 130 por turno (matutino e vespertino).

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, esclareceu que nenhum estudante será prejudicado e que no próximo ano letivo todos estudarão em escolas situadas em até 1 quilômetro de suas casas. “Foi o resultado de um estudo detalhado e pacificado com as comunidades, trabalhado com as escolas, gestores e professores. As nossas chefes de distritos estão cuidando desse diálogo e nós estamos esclarecendo e tranquilizando as pessoas que não tem nada feito de modo sem ser pensado”, disse.

“As crianças dessas escolas foram realocadas automaticamente. Os familiares não precisarão se preocupar com a matrícula e os alunos vão começar a estudar no início do ano letivo, em fevereiro, já nas novas escolas”, completou.

Segundo o subsecretário de Administração e Finanças da Semed, Luís Fabian Barbosa, além de otimizar a gestão, a redução dos prédios alugados representarão uma economia de cerca de R$ 7 milhões ao ano, considerando-se os custos com aluguel, pessoal, operacionais (água, luz, telefone, logística) e terceirizados.

“Estamos fazendo esse estudo no sentido de melhorar a qualidade dos prédios alugados, pois é muito comum encontrar em determinadas áreas prédios alugados que são muitos pequenos, com poucas salas de aula. Então a tendência é que possamos substitui-los por maiores e em um único prédio. Abarcar a clientela atendida por duas ou três escolas na mesma área. Com isso, a gente consegue otimizar os nossos gastos e ter um atendimento mais eficiente”, destacou.

Escolas que deixarão de funcionar em 2016:

  1. Cmei Profª Sofia Soeiro do Nascimento, localizada no bairro Raiz, zona Sul. Possui turmas de 1° e 2° períodos;
  2. Cmei Profª Suely Cruz de Pinho Pompeu, localizada no bairro Petrópolis, zona Sul. Possui turmas de maternal 3, 1° e 2° períodos;
  3. Esc. Mul. Francisco Pinheiro de Lima, localizada no bairro Monte Sinai, zona Norte. Possui turmas de 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental;
  4. Cmei Profª Dalvina do Nascimento, localizada na Colônia Santo Antônio, zona Norte. Possui turmas de 1° e 2° períodos;

 

  1. Esc. Mul. Profª Silvia Helena Costa de Oliveira Bonetti, localizada no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte. Possui turmas de 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental;
  2. Cmei Escritor José Bento Monteiro Lobato, localizado no bairro Novo Israel, zona Norte. Possui turmas de 1° e 2° períodos;
  3. Esc. Mul. Profª Maria das Graças Andrade Vasconcelos, localizada no bairro Cidade Nova, zona norte. Possui turmas de 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental;
  4. Esc. Mul. Catarina Paz da Costa, localizada no bairro Coroado, zona Leste. Possui turmas de 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental;
  5. Esc. Mul. Aurenizia Cota de Jesus, localizada no bairro Gilberto Mestrinho, zona leste. Possui turmas de 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental.

Amazonianarede-Semcom

 

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.