Semed apresenta ações e propostas para a educação municipal na CMM

Amazonianarede – Semcom

Manaus – O Secretário Municipal de Educação Pauderney Avelino, participou, na manhã desta terça-feira, de uma sessão especial na Câmara Municipal de Manaus (CMM), onde fez um balanço dos seus 80 dias à frente da Semed e falou das ações e propostas da educação municipal para 2013.

A convocatória foi feita pela presidente da Comissão de Educação da CMM, vereadora Therezinha Ruiz, em alusão ao Dia da Escola, comemorado no último dia 13.

O secretário explanou por quase uma hora sobre a situação atual da educação em Manaus e explicou as propostas em curso e as dificuldades que tem encontrado à frente da pasta. Em seguida, o secretário respondeu às indagações dos vereadores. “É uma satisfação estar aqui e prestar contas do trabalho da Semed a esta casa que considero minha, pois aqui comecei minha vida política”, disse.

Ações

De acordo com Pauderney, a Semed possui hoje 491 escolas e três creches em funcionamento e atende 225.842 mil alunos. No entanto, até o final do ano, esse número aumentará, já que, serão construídas 61 creches e 21 escolas. “Quando assumimos a secretaria já haviam 55 creches licitadas. Relicitamos 44 em regime diferenciado de contratação e reduzimos para 180 dias o prazo das obras. Isso vai tornar o processo mais ágil”, afirmou.

Ações em infraestrutura como o Plano Emergencial de obras em 48 escolas – que está fazendo reparos na parte elétrica e na pintura das unidades de ensino –; aquisição de 30 ônibus com tração nos dois eixos para atender a zona rural; licitação para a construção de 41 quadras poliesportivas; construção de um complexo escolar no bairro de Santa Etelvina, também foram apresentadas.

Pauderney lembrou que para aumentar o numero funcionários na rede municipal de ensino, a Semed realizou o processo seletivo para contratação de 976 professores e pedagogos e convocou 166 aprovados nos concursos da instituição de 2010 e 2011. Além disso, foi dada carga dobrada para mais de mil professores.

O Programa Alimentar, principal bandeira de mudança educacional da atual gestão também foi destacado pelo secretário. “Fizemos exames biométricos nos nossos alunos e detectamos que 43% deles estão abaixo do peso. Sabendo disso, desde o último dia quatro deste mês todas as escolas da rede estão oferecendo sete refeições ao dia para os alunos, do café até o jantar. Eu convido os vereadores a visitarem as escolas, eu tenho feito isso e tenho gostado da comida servida”, afirmou.

IDEB
O secretário da Semed explicou que, com boa alimentação, educação de tempo integral – que já está implementada nas escolas por meio do Programa Mais Educação, do Governo Federal -, e com Programa de Reforço Escolar nas disciplinas de Português e Matemática no contraturno de aula, a meta da Semed é alcançar, já em 2013, a nota estipulada para 2016 do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), passando de 4,6 nos anos iniciais para 5,1 e 3,4 nos anos finais para 4,0. “Vamos antecipar o IDEB de 2016 para esse ano e sairemos de uma posição ruim para acima da média nacional. Essa é a nossa meta”, disse.

FOTO: ASCOM SEMED

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.