Segunda edição do Projeto Espiral da Ciência acontece nesta sexta, no Parque do Mindu

(Foto: Ascom PCE)

Garantir a excelência do processo de alfabetização científica no Amazonas é a principal missão do Programa Ciência na Escola (PCE) e, por isso, nesta sexta-feira (27), apresenta para a comunidade mais uma edição do projeto ‘Espiral da Ciência’.

O evento será realizado no Parque Municipal do Mindu e tem como objetivo aproximar estudantes da educação básica de escolas públicas e cientistas que atuam nas mais distintas linhas de pesquisa.

Em sua segunda edição, o espiral terá como tema A Ciência e suas Multidisciplinaridades, abordando diversas disciplinas e mostrando que a ciência está em tudo. Segundo a coordenadora do PCE, Maria de Fátima Nowak, o projeto é uma quebra de paradigmas e fronteiras, a expectativa do evento é que ele seja avassalador. “Estamos colocando a ciência dentro daquilo que é popular. Ninguém entra em um espiral e sai da mesma forma. Todos saem diferentes. Compare o projeto a um espiral de vento, que chega e vai arrebentando tudo”, destaca a coordenadora.

O evento funcionará como um intercâmbio de conhecimento. Haverão “conversas” entre pesquisadores profissionais e os jovens cientistas integrantes do PCE, que ainda são iniciantes no universo cientifico. Os convidados levarão aos jovens cientistas alguns assuntos inseridos no dia a dia de suas pesquisas e o poder que a ciência tem de se misturar a tudo.

Além disso, dentro do Espiral, serão realizadas, pelos próprios jovens pesquisadores, apresentações sobre os trabalhos científicos que vem sendo desenvolvidos ao longo de suas participações no projeto.

O PCE é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.