Roraima: Interior sofre com buracos nas estradas

(Reportagem: Amilcar Júnior – Folha BV)

Trecho da BR-210 está praticamente intransitável da comunidade Novo Paraíso até Entre Rios, Sul de Roraima. A reclamação foi feita por moradores da Vila Moderna, no Município de São Luiz do Anauá.

Sem querer se identificar, uma moradora enviou e-mail relatando o excesso de buracos na rodovia que provoca acidentes e prejuízos aos condutores.

“A estrada está um buraco só. Está praticamente intransitável. Se alguém passar mal aqui [na Vila Moderna], corre o risco de morrer porque a viagem até a Capital dura mais de seis horas”, reclamou a leitora. Há mais de 15 anos na região, a moradora cobra providências do governo. “Quando vão ajeitar isso? A situação chegou ao limite. É uma calamidade”, complementou.

Do outro lado do Estado, moradores de Uiramutã, Nordeste de Roraima, também reclamam das condições da BR-433, que está péssima. O tráfego corre risco de ser interrompido a qualquer momento, devido às fortes chuvas na região. “Tememos ficar ilhados”, comentou um internauta, que preferiu não se identificar.

A situação da rodovia fica cada vez pior, segundo o denunciante, principalmente no trecho que liga Uiramutã a Normandia. “Os carros menores quebram neste lamaçal. Aí tem que chamar socorro. Se ninguém tomar providências, o excesso de lama e os buracos vão nos deixar isolados”, alertou.

DNIT

O Governo do Estado informou que existe projeto para recuperação da BR-210, nos mesmos moldes do trabalho que está sendo feito na BR-174-Sul. O projeto já está no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para avaliação. Após aprovação e liberação de verbas, a obra será iniciada.

O governo afirmou que espera que isso ocorra ainda em 2013, pois no último mês de abril, em reunião com o ministro dos Transportes, César Borges, o governador Anchieta Junior (PSDB) discutiu a reestruturação da malha viária federal em Roraima, incluindo a aprovação e a liberação de recursos para o projeto de recuperação da RR-210.

Sobre as condições atuais de tráfego na estrada, o Departamento Estadual de Infraestrutura de Transportes (Deit) explica que, no início deste ano, foi realizado serviço de conservação naquela rodovia, por meio de operação tapa buracos, mas a predominância de chuvas na região Sul deve ter contribuído para um desgaste maior da rodovia.

Diante da reclamação dos moradores, o Deit afirmou que vai enviar técnicos para verificar a situação dos trechos mencionados por eles e avaliar a necessidade de serviços emergenciais na rodovia federal 210.

Sobre a BR-433, a Ascom da Seinf informou que a referida rodovia, junto com as BRs 432, 401 e a 174 norte seriam de responsabilidade do Departamento Nacional de Transportes e infraestrutura (Dnit).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.