Régis tem dez dias de prazo explicar a falta de pagamento a servidores

Manacapuru – A promotora de Justiça Elis Helena de Souza Nobile, da 1ª Promotoria de Justiça de Manacapuru, está pedindo ao prefeito Washington Régis (PMDB), no prazo de 10 dias, explicações sobre o atraso no pagamento dos salários do funcionalismo municipal, no mês de dezembro de 2012, e sobre a construção de um novo cemitério.

O pedido do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) atende a denúncias feitas pelo vereador Antônio Marcelino Barros (PRB), conhecido como Toinho Oficial. Segundo o vereador, muitos funcionários municipais o procuraram denunciando que os salários do mês de dezembro não foram pagos pela Prefeitura.

Cemitério

O vereador Antônio Marcelino Barros denunciou ao MPE-AM que o atual cemitério de Manacapuru, São Francisco de Xavier, não tem mais condições de receber novos mortos e que restos mortais de pessoas enterradas lá estão sendo retiradas dos seus túmulos para dar lugar a outros corpos.

O vereador relata ainda que, muitas vezes, para se enterrar uma pessoa a família tem que ser consultada para saber se no cemitério há familiares enterrados e assim enterrar o outro em cima. “Não nos convence o argumento de que o encargo (do cemitério), sob responsabilidade do poder público, é deficitário, de difícil solução ou coisa parecida. É vergonhoso.

Para se enterrar um parente, tem que ter outro já enterrado, porque só assim, o morto terá um lugar, mesmo no aperto, para o descaso eterno”, critica o vereador.

De acordo com o artigo 210 do Código Penal Brasileiro é crime a violação de sepultura.

O secretário municipal de Obras, André Telles, disse que a Prefeitura está à procura de um local adequado para a construção de um novo cemitério. Segundo ele, vários locais estão sendo analisados e que o terreno escolhido não pode ficar longe da cidade.(Fonte: MPE)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.