Pronera atua com sucesso na Educação no Campo nos assentamentos de reforma agrária no Amazonas

Manaus – Criado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, 9MDA), o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) está comemorando neste mês 15 anos e no Amazonas, os resultados são considerados satisfatórios.

O Programa oferece cursos que englobam desde a educação de base (alfabetização, ensinos fundamental e médio) a cursos de nível superior e especialização, todos voltados para as atividades do campo.

No Amazonas, para levar o Programa aos assentamentos, nos municípios onde estão os assentamentos de reforma agrária as dificuldades são muitas. O acesso é difícil, as distâncias são longas e os desafios amazônicos números e a atarefa se constitui na maioria das vezes numa grande aventura.

Para a superintendente do INCRA no Amazonas, Maria do Socorro Marques Feitosa, que durante algum tempo foi a responsável pelo Programa na SR-15, “os desafios são grandes, porém não desanimam as equipe técnicas do INCRA, que sempre atuam com o objetivo de fortalecer o programa, buscando levar o saber onde estão os assentados e o resultado é a promoção de uma grande interação entre o saber natural dos nossos assentados junto com as suas experiências e a qualificação Professional que chega através do Pronera”.

Frisou ainda que “que no Amazonas o programa atua em conjunto com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a Universidade do Estado do Amazonas, (UEA), parceiras nesse grande desafio, cujos resultados se apresentam satisfatórios” – disse Socorro Feitosa.

“Lembrou ainda a superintendente que o um dos principais objetivos do programa está direcionado para o fundamento da formação humana, tendo como condição básica e como princípio, a possibilidade de todos serem os protagonistas das suas próprias histórias”.

Segundo a asseguradora do Pronera no INCRA, Amazonas, Valda Melo, outra particularidade interessante é que o Programa busca o fortalecimento da educação no campo, mais especificamente nos projetos de assentamentos de reforma agrária, estimulando, propondo, criando, desenvolvendo e coordenando projetos educacionais, utilizando linguagem e metodologias voltadas para o campo e com isso, ajudar no desenvolvimento rural de maneira sustentável.

No Amazonas

Instituído pelo Governo Federal em 1998, o Pronera chegou ao Amazonas em 2001/2002, através de um projeto piloto através de convênio firmado entra a Superintendência Regional do INCRA e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Nesse momento de nascimento do Programa no Amazonas, foram atendidos cinco municípios (Manaus, Careiro, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Itacoatiara), a saber: – PA Tarumã Mirim e sete projetos de assentamentos: Manaus – PA Tarumã Mirim; Presidente Figueiredo PAs – Canoas, Uatumã e Rio Pardo; Careiro – PA Panelão; Rio Preto da Eva e Itacoatiara – PAs Iporá I e II, envolvendo 680 alunos alfabetizados.

O programa se expandiu pelo Estado e hoje está presente em 16 municípios: Autazes, Canutama, Carauari, Care3iro, Fonte Boa, Humaitá, Itacoatiara, Jutaí, Lábrea, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Tefé onde estão situados vinte e sete assentamentos, com uma com a participação de 5.396 alunos e investimentos da ordem de R$ 5.271.405,71.

O INCRA continua trabalhando para que o Pronera continue em franca expansão no Estado, sempre com as parcerias da UFAM e UEA.

Fechando esta matéria soabre a atuação do Programa Nacional de Reforma Agrária (Pronera) no Amazonas, destacamos que dos 5.396 alunos que passaram pelos bancos escolares do Programa, em 2008, o Programa formou a primeira turma de nível superior no Estado. Foram 85 alunos oriundos dos assentamentos de reforma agrária dos municípios de “Manaus e Parintins que foram diplomados pela Universidade do Amazonas no Curso Normal Superior, com as cerimônias de colação de grau realizadas em Parintins e Manaus”.

Ascom – INCRA,AM

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.