Projeto “Triathlon Social” é apadrinhado por José Aldo

Amazonianarede – Sejel

Manaus – Em busca de novos campeões, o projeto “Triathlon Social” recebeu a visita do lutador amazonense José Aldo Júnior na manhã desta terça-feira, 12 de março, no Batalhão de Operações Ribeirinhas da Marinha do Brasil, no bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus.

O projeto, que contempla inicialmente 20 crianças na faixa etária de 10 a 15 anos, é uma iniciativa da Federação de Triathlon do Amazonas (Fetriam), com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Prefeitura de Manaus e Marinha do Brasil.

O campeão dos penas do Ultimate Fighting Championship (UFC) apadrinhou o projeto e destacou a importância do Governo e da Prefeitura de investir nas crianças.

Um dos contemplados é o jovem Darlison Araújo, 13 anos, aluno do oitavo ano da Escola Estadual Almirante Ernesto de Melo Baptista.

“Sou fã do nadador Xuxa (Fernando Scherer) e comecei a praticar natação por causa dele. Nunca fui de jogar bola na rua, então ficava em casa sem fazer nada. Quando soube do projeto, curti a ideia de poder correr e quem sabe ser um grande atleta defendendo o Amazonas nas competições”, falou Darlisson.

COMO FUNCIONA

As aulas acontecem no Batalhão de Operações Ribeirinhas da Marinha do Brasil, as segundas, quartas e sextas, a partir das 7h30. As crianças tomam café da manhã antes das atividades e lancham após o treino, além de ter supervisão de um professor de Educação Física e técnico certificado pela Confederação Brasileira de Triathlon (Cbtri).

Segundo o presidente da Fetriam, Antônio Neto, o projeto que foi implantado em 2012 tem como objetivo sociabilizar as crianças e revelar potenciais atletas de alto rendimento.

“Já encontramos dois jovens que serão acompanhados pelo Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) na Vila Olímpica de Manaus. O programa contempla o treinamento de base até o alto rendimento”, destacou o dirigente.

CAMPEÃO COMO ESPELHO

Empolgada com a presença de José Aldo Júnior, a estudante do 7º ano, Fabíola de Souza Quintela, 13 anos, traça metas para o futuro.

“Assim como o Aldo acredito no sonho de ser campeão, me inspiro nele para ser uma atleta de verdade e ganhar muitas competições. Para isso, sei que devo me dedicar ao máximo”, disse a jovem triatleta, que fará parte da equipe de triathlon do CTARA.

Nunca desistir do sonho e dedicar-se 100% para que ele se realize. Esse é o conselho da mãe e avó do estudante Daniel Silva e Silva, 14 anos, revelado como talento para o esporte.

“Sempre gostei de esporte e tinha vontade de ser um atleta profissional. Estou muito feliz em ter sido escolhido para fazer parte do CTARA. É um passo importante e graças a Deus tenho minha família que me apoia muito”, falou. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.