Presa mentora do assalto e morte de dentista no S. Dumont

(Fotos: Ascom)

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu na tarde dessa terça-feira (1º), por volta do meio-dia e meia, Tatiane Dutra de Almeida, 26, suspeita de ser a mandante do roubo a casa onde funcionava um restaurante na rua Comandante Waldir Bastos, Conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste de Manaus.

O crime aconteceu na última segunda-feira (30), por volta das 22h30. Durante a ação, um dos moradores do local, o odontólogo Diego Maciel de Almeida Castro, 26, foi atingido por tiros e morreu ainda no lugar. O pai dele, Francisco Xavier de Castro Neto, 53, que caiu do segundo andar da residência, em circunstâncias que estão sendo investigadas, acabou vindo a óbito na manhã de hoje, por volta das 7h30, no Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, onde estava internado desde o delito.

Os Policiais Civis do 10º DIP chegaram até Tatiane após oitiva com os outros envolvidos no crime que foram capturados ainda na segunda-feira. Elizafe de Souza Feitosa, 19, Manuel Riller Macedo da Silva, 19, Wallace Martins dos Santos, 23, Diego da Silva Almeida, 25, e Meire Jane Ferreira de Souza, 24, foram presos por policiais militares da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) logo após a tentativa de assalto.

Tatiane foi presa por Policiais Civis do 10º DIP por volta de meio-dia e meia de ontem, em uma loja na avenida Eduardo Ribeiro, Centro da cidade. Em depoimento, a mulher informou que falou para Manuel Riller que Francisco Xavier havia comentado com ela que iria receber R$ 30 mil no dia (30). Com a condição de que ela receberia parte do dinheiro, ela então explicou de que forma ele poderia entrar no estabelecimento e pegar a quantia.

Mesmo negando que tivesse frequentado o local, um dos filhos da vítima afirmou que Tatiane havia trabalhado no restaurante da família durante uma semana. Segundo Benelli, a quadrilha já realizava outros assaltos em mercadinhos em diversos pontos da cidade. Qualquer pessoa que tenha sido lesada pelos infratores deve se dirigir ao 10º DIP para formalizar a ocorrência. A unidade policial está localizada na avenida Desembargador João machado, nº 325, bairro Alvorada 2, Zona Oeste.

Tatiane foi autuada por latrocínio (Art. 157 parágrafo 3 da Lei nº 2848/40) e formação de quadrilha (Art. 288 do Código Penal). Ela está presa no 10º DIP, mas será encaminhada na manhã de quinta-feira (3) para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

O Delegado Paulo Benelli pede a colaboração da imprensa na divulgação do retrato falado do sétimo integrante do bando envolvido no crime, conhecido como “Magrelo”, que está foragido.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.