Prefeitura realiza obras na Djalma Batista

A Prefeitura de Manaus continua trabalhando intensamente em várias frentes para tentar aliviar um pouco o sofrimento das pessoas que saem de carros e encontram um trânsito congestionado na capital, por isso, uma série de ações começam a ser realizadas, como a que acontece na Avenida Djalma Batista onde já foram iniciadas as obras para a execução numa das mais movimentadas e congestionadas artérias da cidade.

O projeto Nova Djalma Batista prevê, ao todo, cerca de 700 metros da via devem receber as placas de concreto que reforçarão a cobertura asfáltica da avenida. “Devido ao intenso fluxo de ônibus que circulam pela avenida, principalmente por esse trecho, o asfalto dura pouco e logo se deteriora. Por isso decidimos que o mais correto e viável seria acrescentarmos as placas de concreto”, explicou José de Jesus. As placas possuem 25 cm de espessura, 3 m de largura e 5 m de comprimento.

Para a realização da tarefa, uma grande equipe foi necessária, afirmou o engenheiro. “Estamos utilizando um rolo compressor pé de carneiro, uma retro escavadeira, quatro caçambas e dez homens. Vamos ficar direto aqui até de noite e retomamos os trabalhos somente na segunda para colocar a caixaria, a estrutura metálica e por fim as placas”, disse José de Jesus. “Ao final do processo, ainda tem de se esperar cerca de 30 dias, que é o tempo de cura do concreto, para podermos utilizá-lo”.

Em outros trechos

De acordo com o engenheiro, outros trechos de vias da cidade deverão receber o mesmo tratamento. “Serviços semelhantes serão realizados nas avenidas Efigênio Sales, André Araújo, Constantino Nery, entre outros pontos”. Para ele, o processo sai mais em conta do que a alternativa. “Ou recapeávamos as vias danificadas de mês em mês, ou colocávamos logo as placas de concreto. O que, em longo prazo, sairia mais em conta. E foi o que fizemos”, explicou.

A medida, contudo, não agradou de imediato aos usuários de ônibus, que tiveram de se abrigar do sol sob uma banca de revistas para esperar o transporte. “Acho válido eles melhorarem as vias da cidade, assim teremos menos um asfalto melhor e menos acidentes nas ruas, mas eles deveriam fazer isso de noite ou de madrugada para não causar esse transtorno”, opinou Rosangela de Souza, funcionária de uma clínica oftalmológica, de 32 anos, que pega ônibus no mesmo local há mais de dois anos.

Sobre o congestionamento, José de Jesus afirmou que os serviços seguem em um ritmo mais lento para não causar mais problemas. “Estamos indo devagar justamente para não piorar a situação do trânsito aqui, já prejudicada pelo início das obras do Implurb. Sempre que achamos que a obra está causando lentidão, recolhemos o maquinário e damos um tempinho até o trânsito voltar a fluir”, concluiu.

(Amazonianarede – Seminf)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.