Prefeitura inicia obras nas galerias de compras definitivas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) inicia neste sábado, 01, os trabalhos emergenciais nas três galerias que receberão os camelôs que atuavam nas ruas do centro da cidade, preparando os locais para receberem as obras previstas nos projetos das galerias definitivas.

Nesta primeira etapa dos trabalhos, os serviços têm previsão para serem concluídos em 20 dias e envolvem 30 servidores da Seminf, caçambas e maquinário pesado.

O trabalho imediato por parte da Prefeitura é para acelerar o atendimento às necessidades dos trabalhadores informais que hoje ocupam as galerias provisórias. “Esse trabalho envolve o esforço de várias secretarias, seguindo uma determinação expressa do prefeito Arthur Neto para concluirmos as galerias definitivas no menor tempo possível”, explica o secretário da Seminf, Luiz Borges.

Na Galeria Espírito Santo, localizada na avenida Joaquim Sarmento, Centro, com aproximadamente três mil metros quadrados e com a capacidade para 326 boxes, os trabalhos de mobilização geral envolvem demolição do piso, sondagem da percussão e a implantação de tapume. Os espaços para cada comerciante também incluirão depósito, tomadas elétricas e pontos de luz. O projeto já foi aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A Galeria dos Remédios, localizada na rua Miranda Leão, Centro, com 5 mil metros quadrados, abrigará 361 ambulantes. Lá os serviços estão voltados para a remoção de todo entulho do segundo andar para deixar livre o acesso para os outros reparos, e mais o rebaixamento de um metro de todo piso do primeiro andar. O local possui um desenho arquitetônico que valorizar a vista para o rio Negro e comportará amplos decks, além de restaurante e tacacaria. Contará, ainda, com total acessibilidade em todos os andares com a implantação de rampas e elevadores para pessoas com mobilidade reduzida.

No Shopping T4, com a estrutura de 18 mil metros quadrados, a maior delas abrigará 700 microempresários, localizado na avenida Camapuã, entre o Terminal de Integração do Jorge Teixeira e a Bola do Produtor, o serviço será iniciado com a demolição do antigo prédio e, logo após será feita a implantação do tapume, terraplanagem total da área e a poda das arvores que ficam no entorno, mantendo toda a arborização existente no local.

Foto: Tácio Melo / Marinhos Ramos

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.