Prefeitura fecha mais 10 casas noturnas e bares e o total chega a 27

Amazonianarede – Semcom

Manaus – A Prefeitura de Manaus intensificou, na manhã ontem. 29, a operação de fiscalização às casas noturnas com a inclusão do segmento de bares e restaurantes. Equipes municipais e Corpo de Bombeiros fecharam 10 estabelecimentos somente no período de 8h às 12h.

Com isso, sobe para 27 o número de estabelecimentos autuados, multados e interditados pelas equipes de fiscalização, distribuídas nas seis zonas da cidade. O prefeito em exercício, Bosco Saraiva, acompanhou as ações na zona Oeste.

As casas noturnas Tropical Club, do Hotel Tropical Manaus, na Ponta Negra, e Kabanas Hall, no ramal do Tarumã, ambos na Zona Oeste, foram interditadas e multadas. A Arena VIP, que também funciona nas dependências do hotel, foi notificada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) para regularizar a licença ambiental.

“Como parlamentar, eu acredito que houve uma fiscalização frouxa por parte da gestão anterior. Mas na administração do PSDB, do prefeito Arthur Virgílio, todas as casas noturnas que estiverem funcionando de forma irregular serão fechadas”, afirmou Bosco Saraiva.

Segundo o capitão José Wilson, do Corpo de Bombeiros, foram encontrados problemas graves na segurança da boate Tropical Club, como obstrução da saída de emergência e falta de sinalização da rota de fuga. Os dois clubes que funcionam no hotel também foram notificados pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) para apresentar o documento Habite-se no prazo de 24 horas.

O Tropical Club e o Kabanas Hall receberam multa da Semmas no valor de 250 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a R$ 18,5 mil, cada um, pela falta de licença ambiental. Ainda na zona Oeste, as equipes também fiscalizaram a casa noturna Xote de Menina, no ramal do Tarumã, mas não foram encontradas irregularidades.

ZONAS NORTE, CENTRO-SUL E CENTRO-OESTE

Na Zona Norte foram interditados três estabelecimentos: Bar da Loura, Armação do Forró e The Public Bar, no bairro Cidade Nova. O restaurante Esquina da Carne de Sol, também no bairro Cidade Nova, foi notificado pela Semmas por conta da utilização de aparelhos de som e autuado pelo Corpo de Bombeiros.

O Bar da Loura e o Armação do Forró foram interditados e multados pela Semmas em R$ 18,5 mil, cada um, por falta de licença ambiental. Eles também foram notificados pelo Implurb para apresentar documentação.

O The Public Bar já havia sido interditado pelo Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), no ano passado, por condições precárias de higiene e manipulação dos alimentos e respondia a processo por funcionamento ilegal. Ontem, o bar voltou a ser lacrado, mas não havia ninguém no local no momento da fiscalização.

A equipe da zona Centro-Sul foi incumbida de retornar a boate A2, que já tinha sido interditada ontem pela não apresentação da licença ambiental. Hoje, mesmo com a disponibilização da documentação, o local foi lacrado pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com o tenente Robson Falcão, como possui somente uma porta de entrada e saída, que também dá acesso à saída de emergência de apenas 96 centímetros, será preciso que a casa instale o sistema de proteção contra incêndio para que possa retomar o funcionamento.

Além disso, a Vigilância Sanitária constatou que algumas bebidas estavam sendo comercializadas com a validade vencida. Para a aposentada Raimunda das Graças, vizinha da boate, a medida representa um alívio. “Passei a sofrer de labirintite por causa do barulho excessivo, que não deixa ninguém dormir. Mesmo com algumas notificações da Semmas, a danceteria nunca foi fechada. Agora espero que ao reabrir seja diferente”, comentou.

Outra casa noturna fechada foi a Musique Nuit, localizada na avenida Mario Ypiranga, Adrianópolis, por não possuir Alvará de Funcionamento junto à Semef. O local também foi notificado pela Vigilância Sanitária, que encontrou várias irregularidades na área externa onde funciona o serviço de bar e cozinha. O Implurb autuou a Musique pelo uso irregular de publicidade na fachada da boate.

ZONAS SUL, LESTE e CENTRO-OESTE

Na rua Tamandaré, entre o Porto de Manaus e a agência do Banco do Brasil, no Centro, as equipes fecharam quatro estabelecimentos: Aquarela Bar, Big House, Bar do Gilberto e Cabaré da Leila. Na travessa Vivaldo Lima, a Boate dos Ingleses também foi interditada pela Secretaria Municipal de Finanças (Semef), Semmas e Corpo de Bombeiros.

Na zona Leste, apenas dois estabelecimentos foram visitados: o Bar e Lanche AeB e o Chega Mais Show Club. O primeiro foi notificado pela Semef e o segundo não apresentou nenhuma irregularidade.

Na zona Centro-Oeste, os fiscais da prefeitura visitaram três casas noturnas pela manhã, mas estavam fechadas: Mansão do Forró, no Dom Pedro; Eleven Bar, no conjunto Kíssia; e Empório Pizza Bar, no Alvorada.

Veja aqui a relação completa das boates fechadas:

Lista PMM

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.