Prefeito determina mudanças corredor viário de Flores

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, determinou, nesta terça-feira, 11, que sejam realizados reparos no corredor viário do bairro Flores, na zona Centro-Sul, em frente ao supermercado Carrefour. Na área será realizada operação Tapa-Buraco, adequação asfáltica e alongamento da passarela.

“Essa baia que foi feita para a passagem dos ônibus ajudou a desafogar o trânsito, mas a via não foi preparada para suportar o peso dos veículos. Com isso, o asfalto começou a ceder e temos alguns buracos na pista. Pedi ao subsecretário Antônio Peixoto (da Seminf) que ele resolva o problema imediatamente assim como também faça o alongamento da passarela, pra que ela chegue até o outro lado, evitando que os pedestres se arrisquem entre os ônibus”, declarou Arthur Neto.

Antes mesmo da saída do prefeito do local, as máquinas já estavam na pista para iniciar os reparos que devem ser concluídos em cinco dias, segundo o subsecretário da Seminf.

Troco ainda é problema

Arthur Neto aproveitou a inspeção para conversar com usuários do transporte coletivo sobre o recebimento do troco de R$0,10 nas passagens. Ele ficou irritado após vários passageiros se queixarem que tiveram que abrir mão do troco devido à inexistência de moedas, nas catracas. Mais uma vez ele mandou um recado aos empresários, afirmando que tomará medidas enérgicas se o problema não for resolvido.

“É dever das empresas dar o troco. Eu não entendo onde está essa dificuldade toda em dar os R$ 0,10. Se a passagem fosse R$ 2,50 e eu tivesse que aumentar pra R$ 2,60, eu duvido que o passageiro passaria pela catraca faltando os dez centavos. Eu quero respeito ao usuário e tratamento de adulto”, afirmou Arthur.

De acordo com a Lei Orgânica do Município de Manaus (Loman), artigo 257, inciso VI, é direito do usuário de transporte coletivo: receber troco integral quando efetuar o pagamento com moeda (…), sendo o passageiro transportado gratuitamente em caso de inexistência do troco integral.

Qualquer denúncia poder ser feita à Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) pelo telefone 118 ou à Ouvidoria Municipal por meio do número 0800-092-0111.

Reportagem: Leonardo Fierro
Foto: Altemar Alcântara / Arlesson Sicsú

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.