Prefeito Arthur Neto abre IX Conferência Municipal de Assistência Social

O prefeito Arthur Virgílio Neto abriu, na noite desta segunda-feira, 15, a IX Conferência Municipal de Assistência Social, que acontece no Auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

O evento, que segue até quarta-feira, 17, é promovido pelo Conselho Municipal de Assistência Social com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh).

Foram 452 participantes na noite de abertura da conferência, que pela primeira vez, contou com a presença do prefeito e da primeira-dama Goreth Garcia Ribeiro, também secretária da Semasdh.

Com o tema ‘A Gestão e o Financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social’, a conferência vai avaliar a situação atual da assistência social em Manaus e ampliar o conhecimento de gestores, trabalhadores, usuários, organizações sociais, conselheiros e demais segmentos sociais sobre as particularidades da construção da política de assistência social e analisar tanto os avanços e conquistas, como os desafios e dificuldades enfrentados.

Arthur destacou a relevância da conferência. “É muito importante, porque é a organização das políticas públicas para essa área, discussão da efetivação dos profissionais, as opções para se colocar os recursos de que dispõe a Prefeitura. Enfim, é um momento de organização da sociedade para prestar um bom serviço às pessoas que necessitam”, afirmou o prefeito.

A secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia Ribeiro, disse esperar que as discussões promovidas durante a conferência possam ajudar no desenvolvimento de ações concretas.

“Nós damos as ferramentas para que esse encontro aconteça, e o que se quer é discutir a forma de aplicação dos recursos. Nós devemos colher aqui grandes ideias, para que a efetivação das políticas públicas direcionadas à assistência social sejam aplicadas na sua magnitude”, disse.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Manaus (CMAS/Manaus), Ronaldo André Bacry, com os debates dos temas propostos, será possível fazer uma avaliação do avanço da política de assistência nos últimos oito anos e pensar em ações para os próximos anos.

“Esse é um grande momento de fazer uma reflexão de tudo o que foi deliberado e o que deixou de ser implementado, para que possamos trabalhar e ver quais foram os problemas encontrados que impediram a implementação de determinadas ações”, afirmou.

Organização

O Sistema Único de Assistência Social (Suas) é um sistema público que organiza, de forma descentralizada, os serviços socioassistenciais no Brasil. Com um modelo de gestão participativa, o modelo articula os esforços e recursos dos três níveis de governo para a execução e o financiamento da Política Nacional de Assistência Social (PNAS), envolvendo diretamente as estruturas e marcos regulatórios nacionais, estaduais, municipais e do Distrito Federal.

O Suas organiza as ações da assistência social em dois tipos de proteção social. A primeira é a Proteção Social Básica, destinada à prevenção de riscos sociais e pessoais, por meio da oferta de programas, projetos, serviços e benefícios a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social. A segunda é a Proteção Social Especial, destinada a famílias e indivíduos que já se encontram em situação de risco e que tiveram seus direitos violados por ocorrência de abandono, maus-tratos, abuso sexual, uso de drogas, entre outros aspectos.

Texto: Fabíola Pascarelli
Foto: Mário Oliveira 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.