Pará planeja gastar R$ 150 mi na construção de 26 pontes

Amazonianarede – Setran – PA

Belém, PA – Com investimento de quase R$ 150 milhões a Secretaria de Estado de Transportes do Pará (Setran-PA), está construindo 26 pontes no interior do Estado para melhorar a malha rodoviária estadual. Quatro pontes são consideradas essenciais para a economia paraense, por estarem em rodovias que interligam várias regiões do Estado.

Em dezembro próximo deverá ser entregue a ponte sobre o Rio Curuá, entre os municípios de Alenquer e Óbidos, no Baixo Amazonas, ao longo da rodovia PA-254, com 360 metros de extensão. Sobre o Rio Mojuzinho está sendo construída a ponte que liga as rodovias PA-263 e PA-150, atendendo os municípios de Goianésia do Pará e Tucuruí. A ponte tem 161 metros e deverá ser concluída em maio.

No nordeste do Estado, a ponte sobre o Rio Capim interligará a PA-252 e a BR-010 (Belém-Brasília), entre os municípios de Mãe do Rio e Concórdia do Pará. Com 560 metros, a ponte deverá ser concluída em dezembro de 2014.

A ponte sobre o Rio Miri, na PA-151, começará a ser construída em abril deste ano, com previsão de conclusão em dezembro do próximo ano. A obra, com 569 metros de extensão, vai unir os municípios de Igarapé-Miri e Cametá.

Melhoria no tráfego

Segundo o titular da Setran, Eduardo Carneiro, as novas pontes substituirão as antigas de madeira e as travessias feitas por barcos, melhorando o tráfego entre as regiões, com a diminuição do custo e do tempo de viagem.

“Todas essas pontes serão construídas em estradas já pavimentadas e, com certeza, facilitarão o tráfego de veículos.

Estamos optando pelas pontes de concreto, mas existem algumas situações em que o vigamento pode ser metálico com a infraestrutura em concreto”, explicou o secretário, ressaltando que mais 22 pontes, com extensões que variam de 10 a 90 metros, deverão ser concluídas neste ano.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.