Palmeiras vence Figueirense e amplia distância sobre o Fla

Palmeirs volta a abrir 4 pontos de vantagem do Flamengo que perdeu de virada para o internacional

 

Palmeirs volta a abrir 4 pontos de vantagem do Flamengo que perdeu de virada para o internacional
Palmeiras volta a abrir 4 pontos de vantagem do Flamengo que perdeu de virada para o internacional

Florianópolis, SC – Este domingo (16) pode ser lembrado no futuro como decisivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. Pela 31ª rodada, o Palmeiras venceu o Figueirense por 2 a 1 no Estádio Orlando Scarpelli e voltou a abrir quatro pontos de vantagem na liderança. Jean marcou ambos os  gols alviverdes, e Rafael Silva diminuiu.

O Palmeiras encerra uma semana conturbada com uma vitória importante que garante a liderança pela 13ª rodada seguida.

O Alviverde tem 64 pontos, quatro a mais que o Flamengo, mas volta as atenções à Copa do Brasil: nesta quarta-feira (19) decide com o Grêmio uma vaga nas semifinais. Já o Figueirense sofre sua terceira derrota em casa e afunda na zona de rebaixamento com 32 pontos.

O compromisso seguinte dos catarinenses é contra o Atlético-MG, no domingo que vem (23).

Quem foi bem

Desta vez atuando como volante, Jean teve dia de goleador em Florianópolis. Ele converteu pênalti que abriu o placar e ainda apareceu dentro da área para fazer o segundo. Marcando bem, o camisa 17 teve presença importante para coibir a armação do Figueirense.

Quem decepcionou

O centroavante do Figueira amargou mais uma partida sem gols. Já são nove jogos seguidos sem balançar as redes para o He-Man.

Neste domingo ele apareceu pouquíssimo, bem marcado pela defesa palmeirense. Só apareceu quando tomou cartão amarelo.

Figueirense briga muito

O início da partida foi bastante físico, o que permitiu ao Figueirense manter o equilíbrio no jogo. Mas com o tempo o time da casa sentiu a inferioridade técnica e passou a ter menos posse de bola.

A única boa chance foi em falta cobrada por Ayrton e bem defendida pelo palmeirense Jailson. Na etapa final o Figueirense se lançou ao ataque após sair atrás no placar, e sofreu o segundo gol por isso. Chegou a diminuir na bola aérea, mas não teve forças de ir mais longe.

Melhora no intervalo

Após meia hora de exagero nas faltas, o Palmeiras passou a valorizar a posse de bola e experimentar os espaços na intermediária.

A equipe ganhou território, chegou a cercar a área do Figueirense e teve uma grande chance salva em cima da linha. O time voltou bem melhor no segundo tempo, criou chances seguidas de gol e abriu o placar em pênalti convertido por Jean.

Aposta certa de Cuca

Com Zé Roberto poupado pelo excesso de desgaste, Cuca optou por posicionar Jean no meio-campo e usar Fabiano no lado direito. A expectativa era que Moisés tivesse mais liberdade no meio-campo, além do ganho na bola aérea – Fabiano tem 1,88m de altura.

O lateral criou boa chance nos acréscimos do primeiro tempo e também não comprometeu defensivamente, fazendo o simples. Pelo meio, Jean foi consistente e ainda teve a boa apresentação coroada com um gol.

Muita reclamação

A semana foi marcada pela batalha de bastidores entre dirigentes de Palmeiras e Flamengo, tendo como assunto a arbitragem.

Neste domingo o Alviverde esteve nervoso com o juiz Igor Junio Benevenuto, pressionando a cada decisão contra si. O lance de maior reclamação foi um enrosco entre Dudu e Jackson Caucaia na área do Figueirense.

O camisa 7 soltou até palavrão no intervalo. “É f…, para uns dão (pênalti), para outros não”, chegou a dizer.

No segundo tempo, um choque entre Bruno Alves e Gabriel Jesus rendeu pênalti polêmico que seria convertido por Jean. Depois Egídio calçou Rafael Silva na linha da área alviverde, mas Benevenuto mandou seguir.

Ayrton salva

Por alguns centímetros o Palmeiras não foi ao intervalo em vantagem. Um cruzamento de Fabiano passou por Gatito Fernández e foi desviado por Gabriel Jesus.

A bola tomou a direção do gol lentamente até Ayrton aparecer, dominar e mandar para longe. Não foi o único lance do jogo lamentado por Jesus, que também tomou o terceiro cartão amarelo e por isso não enfrenta o Sport na rodada que vem.

Ficha Técnica

Figueirense 1 x 2 Palmeiras
Data: 
16/10/2016
Local: Estádio Orlando Scarpelli, Florianópolis-SC
Hora: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões Amarelos: Jackson Caucaia, Rafael Moura, Dodô e Nirley (Figueirense); Dudu, Gabriel Jesus e Vitor Hugo (Palmeiras)
Cartão Vermelho: não houve
Gols: Jean aos 11′ e aos 32 minutos do segundo tempo. Rafael Silva aos 35 minutos do segundo tempo

Figueirense: Gatito; Ayrton, Werley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Josa, Ferrugem, Jackson Caucaia (Lins) e Dodô (Bady); Everton Santos (Rafael Silva) e Rafael Moura. Treinador: Marquinhos Santos.

Palmeiras: Jailson; Fabiano, Mina, Vitor Hugo e Egídio; Jean, Tchê Tchê (Fabrício) e Moisés; Dudu (Thiago Santos), Róger Guedes (Allione) e Gabriel Jesus.Treinador: Cuca.

Ler matéria completa

 

Amazonianarede-Uol

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.