‘PAC em Movimento’ faz mais de 800 atendimentos em aldeia indígena

‘PAC em Movimento’ faz mais de 800 atendimentos em aldeia indígena

Amazonas – Durante uma semana, o projeto do Governo do Amazonas, por meio da Sejusc, emitiu documentação básica para comunidade Moyray, em Autazes

Com 897 atendimentos, entre emissão de carteiras de identidade e certidões de nascimento, em uma semana, o projeto “PAC em Movimento”, do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), encerrou, nesta sexta-feira (15 /03), as atividades na aldeia indígena Moyray, localizada no município de Autazes, 113 quilômetros de Manaus.

 Parceria

A ação, em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Fundação Estadual do Índio (FEI), responsáveis pela identificação das comunidades e dos serviços necessários para os indígenas, tem o objetivo de levar documentação básica para moradores de comunidades no interior.

“Desta vez, o trabalho foi voltado exclusivamente para os indígenas, que, muitas vezes, não têm condições de ir à capital devido à distância e à dificuldade de locomoção. Estarmos dentro da aldeia, em alguns casos, facilita até a comunicação com alguns povos tradicionais que não falam bem a nossa língua”, comenta Caroline Braz, titular da Sejusc. “Estamos felizes de contribuir para a educação e cidadania de crianças e adultos por meio dos serviços oferecidos pelo Governo do Estado”.

São Gabriel

Segundo a secretária, a próxima ação em aldeias será em São Gabriel da Cachoeira, a 852 quilômetros de Manaus. Ela adianta que a programação contará ainda com palestras e atividades sobre políticas antidrogas, com a equipe de Direitos Humanos do órgão.

“Para isso, contamos com o suporte de parceiros como a Funai e a FEI, que apresentam as demandas específicas de cada comunidade e a Sejusc leva os serviços necessários”, explica Caroline.

Receptividade

Para o cacique Estélio Maura, a ação de cidadania representa uma conquista.

“É a primeira vez que serviços básicos chegam nesta área indígena, que envolve aproximadamente 12 mil índios”, afirma. “Muitos parentes se mobilizaram para vir de rabetas e canoas, porque a logística por aqui é difícil. Esse avanço para nós é muito importante, é histórico”.

Líder da aldeia Igarapé Açu, uma das mais distantes da comunidade Moyray, Jailson Martins dos Santos  conta que ficou responsável pelo transporte de mais de 100 pessoas, divididas em ônibus e carros.

“Nos   organizamos  em blocos para que todos pudessem ser atendidos na ação de cidadania”, destaca.

Capital

Neste sábado,  o “PAC em Movimento” levou serviços como emissão de primeira e segunda via de carteiras de identidade e certidões de nascimento para a comunidade da Praça 14.

A ação aconteceu no Santuário Arquidiocesano São José Operário, com total de 278 atendimentos.

Os interessados em receber o projeto podem enviar a solicitação por e-mail paragabsec@sejusc.am.gov.br.

Amazoninarede-Secom

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.