Obama endurece controle de armas nos Estados Unidos

Barak Obama
Barak Obama
Amazonianarede – EFE

Washington,(EFE) – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quarta-feira 23 ordens executivas para endurecer o controle sobre as armas, entre elas a proibição de venda de rifles de assalto, a exigência de comprovação de antecedentes criminais para todas as vendas e o aumento da cobertura médica em saúde mental.

Estas medidas, que não precisam passar pelo Congresso, foram anunciadas por Obama em resposta ao massacre em uma escola primária na cidade de Newtown em dezembro, onde morreram 20 crianças e oito adultos.

Além disso, o presidente americano restringirá o acesso aos carregadores de alta capacidade, eliminará as balas perfuradoras e pedirá aos estados que compartilhem em nível federal suas bases de dados sobre antecedentes criminais.

Por outro lado, o plano reforçará a segurança nas escolas e colégios, oferecerá fundos para a contratação de cerca de mil conselheiros pedagógicos e psicológicos e a atualização de planos de emergência.

As medidas foram elaboradas após as contribuições realizadas por uma equipe de trabalho liderada pelo vice-presidente Joseph Biden que se reuniu com membros da sociedade civil, funcionários de segurança e membros do setor educativo.

Por último, as ordens executivas de Obama incluem aumentar os recursos orçamentários para facilitar o acesso à saúde mental de estudantes e jovens, através da formação de cinco mil profissionais médicos específicos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.