Kaká está de volta à Seleção; Leandro Castán é a novidade

KakáAmazonianarede/R7

Rio – O técnico Mano Menezes realizou ontem à tarde a convocação dos 23 jogadores da Seleção Brasileira para os amistosos contra Iraque, dia 11, na Suécia, e diante do Japão, dia 16, na Polônia. E duas foram as surpresas da lista: o retorno do meia Kaká, do Real Madrid, e a presença do zagueiro Leandro Castán, da Roma.

O último jogo do ex-são-paulino com a camisa amarelinha foi em 2010, nas quartas de final da Copa da África do Sul, na fatídica derrota para a Holanda. Daí em diante, lesões o afastaram das convocações. Anteontem, em amistoso pelos merengues contra o Millionarios, da Colômbia, Kaká fez três gols. Mano Menezes, porém, negou que o desempenho tenha interferido.

“A decisão foi anterior a isso. Um jogo não muda nada. As coisas devem ser mais consistentes. Jogadores como o Kaká, que passam pelo que ele passou, começam a se reinventar como jogador de futebol. Kaká vem treinando em uma posição um pouco mais adiantada no campo, essas são as informações que tenho. Não é a mesma função que o Oscar faz hoje”, explicou Mano.

Já o ex-corintiano foi lembrado pela primeira vez e celebrou. “É grande honra para mim. Vou fazer de tudo para não sair mais deste grupo”, comemorou Castán no Twitter. Durante a coletiva, Mano Menezes justificou a lembrança pelo defensor. “É jogador que chegou quando estava no Corinthians. Foi indicado por mim, se afirmou, fez temporada boa antes de ir para a Europa. Era jogador que havíamos pensado e estávamos observando para trazer. Vamos observá-lo neste novo convívio para ver se confirma esta condição.”

Entre questionamentos e justificativas sobre outros convocados – como o goleiro Victor, do Atlético-MG, que também volta após sequência longe da amarelinha – o treinador afirmou que não se sente pressionado a deixar o comando. “Não acho que tenha nada orquestrado contra o Mano Menezes. Penso que muito disso que está acontecendo é inerente a quem está no cargo”, disse Mano Menezes.

Dos atletas de clubes nacionais, o treinador explicou que levou um de cada time para não interferir na reta final do Brasileirão.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.