MPE discorda da decisão do TRE e pede a cassação do governador de Roraima

José de Anchieta Júnior (PSDB)

Amazonianarede – MPE

O Ministério Público Eleitoral em Roraima recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RR) sobre o pedido de cassação contra o governador do Estado, José de Anchieta Júnior (PSDB) e do vice, Chico Rodrigues (PSDB). A ação que alega propaganda pessoal eleitoral ilegal realizada em 2010, pelos governantes, foi movida pelo candidato da oposição, Neudo Campos (PP) e julgada no último dia 13 de novembro pelo TRE.

No julgamento, o TRE decidiu aplicar uma multa mínima de R$ 5.320,50 mil ao governador de Roraima e ao vice. Porém, o Ministério Público Eleitoral discorda da decisão. “As provas constantes no processo são suficientes para resultar em cassação do diploma, bem como aumentar o valor da multa aplicada no valor de R$ 5.320,50 para o valor de até R$ 106.410 mil. Caberá agora ao TSE em Brasília decidir a questão”, informou a Procuradoria Regional Eleitoral, conforme nota da assessoria de imprensa.

De acordo com o MP Eleitoral os acusados promoveram propaganda pessoal em período vedado pela legislação eleitoral, bem como propaganda institucional do Governo do Estado de Roraima, veiculada na Imprensa Oficial entre julho e setembro de 2010. As publicações veicularam, dentre outras, as seguintes mensagens: “Educação é prioridade para o governo de Roraima. Roraima tem a melhor educação do Norte e Nordeste” e “O melhor salário do País: O professor de Roraima é o mais bem pago do País. Mais de quatro mil trabalhadores da educação tiveram salários reajustados em reajustados em 2008″.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.