Ministro da Fazenda faz palestra em Manaus e ouve os anseios da classe empresarial do Amazonas

Ministro da Fazenda Henrique Meireles, faz palestra em Manaus e ouve os anseios da classe empresarial do Amazonas

Manaus, AM – O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, foi convidado para uma palestra sobre a Economia Brasileira e Desafios Futuros. A atividade foi costurada por políticos locais, encabeçados pelo senador Omar Aziz (PSD).

Mas antes de começar a falar, foi ele quem ouviu de representantes da indústria local e da classe política, sobre as principais dificuldades da Zona Franca de Manaus com altos impostos, concorrência com outros Estados e a logística para a chegada dos insumos

O presidente da Federação das Indústrias do Amazonas, Antônio Silva, foi o primeiro. “Estamos aqui entregando tantas manifestações recebidas da Federação das Indústrias (Fieam), do Centro da Indústria (Cieam) e da nossa centenária ACA (Associação Comercial do Amazonas) para o conhecimento e análise de V. Exa. São manifestações  geradas por sua presença histórica. Entenda com o esperança de que sejamos ouvidos de forma crítica, mas honesta!”

Depois vieram o senador Omar Aziz e o Governador Amazonino Mendes. Depois da palestra, de aproximadamente 25 minutos, o Ministro conversou com os jornalistas. Entre os assuntos abordados, a importância da zona franca para a manutenção da floresta amazônica.

Candidatura a presidente

“Não há  dúvida, em primeiro lugar, de que o modelo de desenvolvimento criado pela Zona Franca de Manaus é um modelo de sucesso, tá permitindo uma taxa de crescimento da Zona Franca e do Estado maior do que a taxa brasileira, principalmente agora, que o Brasil começa a crescer, depois de uma longa recessão, e que preserva a floresta.

Uma floresta preservada em cerca  de 95% e que é, de fato, o modelo defendido no mundo todo, então, o que nós estamos fazendo é verificando as condições específicas para que Manaus continue crescendo e o Amazonas também!”

A reforma da previdência que deve gerar 6 milhões de empregos após sua aprovação. “Que seja votada e aprovada este ano, de maneira que nós possamos ter o melhor resultado possível para o país. O esforço é nessa direção de aprovar o mais rápido possível!”

E sobre uma possível candidatura à presidência da república. “Eu estou totalmente  dedicado ao cargo de ministro da fazenda, que é colocar o Brasil para crescer cada vez mais. Nossa expectativa é de que o Brasil cresça o ano que vem a taxas já fortes e crie condições para continuar crescendo nos anos seguintes.

A data de decisão sobre candidatura, para quem ocupa cargos públicos, é até o final de março e, o que eu vou fazer é me dedicar 100% ao trabalho como ministro da fazenda, para, no final de março, aí, sim, eu vou avaliar essa situação e tomar uma decisão sobre um possível passo seguinte!”

A classe empresarial saiu do encontro mais otimista com o futuro da economia destacou Alan Bandeira.

“A previsão é que o PIB vai crescer 2,5 % no próximo ano. Pra quem tava negativo, é uma excelente notícias. Eu to saindo muito alegre e, com certeza, na minha empresa, nós vamos fazer novos investimentos!”

Agora é aguardar, para ver se concretizar o reaquecimento da economia e a geração de empregos.

Amazonianarede-RT

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.