Melo vistoria obras na área da educação e anuncia ampliação das escolas de tempo integral

Melo visita obras e anuncia novidades na área da educação
Melo visita obras e anuncia novidades na área da educação
Melo visita obras e anuncia novidades na área da educação

Amazonas – O governador do Amazonas, José Melo, vistoriou nesta sexta-feira, obras em andamento na área de educação em Manaus. Com investimentos da ordem de R$ 425 milhões este ano no setor, o Governo do Estado contabiliza 121 obras que trarão melhorias na infraestrutura educacional na capital e em 30 municípios do interior. As ações envolvem reformas, ampliações e construção de novas escolas, como as escolas de tempo integral.

Acompanhado de uma comitiva de deputados estaduais, o governador vistoriou quatro obras de ampliação e construção de escolas na capital. A visita começou pela obra de ampliação da Escola Estadual Eliana Pacheco Braga, localizada no Residencial Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, zona norte. Em seguida, José Melo acompanhou o andamento da construção do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) do Viver Melhor, que está em fase de finalizações.

O governador esteve, ainda, acompanhando os trabalhos de construção do Ceti do conjunto Lago Azul, também no Santa Etelvina, e a reforma da Escola Estadual Djalma Batista, localizada no bairro Japiim, zona sul, para funcionar na modalidade de tempo integral.

Novos investimentos

De acordo com o governador, os novos investimentos na educação vão melhorar a infraestrutura e contribuir com avanços na qualidade de ensino. Até o final do ano, a meta é que 12 escolas de tempo integral sejam inauguradas para entrar em funcionamento para o ano letivo de 2016. “Até dezembro vamos inaugurar mais 12 Cetis, sendo dez no interior e dois em Manaus. E até o final do governo nossa meta é fazer 40 Cetis e adaptar 20 escolas para funcionar em tempo integral”, anunciou.

Somente no primeiro semestre de 2015, 19 obras educacionais já foram executadas e entregues às comunidades, totalizando R$ 25,6 milhões. “Desta forma, o Governo consegue dar a ambiência na área física para desenvolver melhor as aptidões e alcançar o que é o objetivo de todos nós: a qualidade de ensino. Essas obras são fundamentais também porque geram emprego e renda e movimentam a economia”, frisou o governador.

Entre as obras na área de educação em andamento, o Governo do Amazonas está executando 91 em Manaus e mais 30 municípios, totalizando R$ 314,4 milhões. As obras incluem 12 novos Cetis, sendo dois em Manaus e 10 no interior. Quatro escolas estão passando por reforma total e ampliação, cujas estruturas estão ganhando piscina semi-olímpica, auditório e quadra poliesportiva, sendo adaptadas para o modelo de escola de tempo integral, como é o caso das escolas de tempo integral Djalma Batista, no Japiim, e Petrônio Portela, no Dom Pedro II, zona centro-oeste.

Infraestrutura

Além das melhorias na infraestrutura, José Melo destacou a criação de novos programas na área de educação. Entre eles, está o “Todos Pela Vida-Educação”. “O ‘Todos pela Vida’ é um conceito novo de envolvimento de toda a estrutura do governo com a sociedade e evitar que a juventude se torne presa fácil do mundo da criminalidade e do tráfico. Na educação está na razão direta, no sentido de que ficaremos mais tempo com o aluno em aula. Quando construímos a escola, de saída, tiramos mil jovens da rua oferecendo uma formação integral”, destacou.

No segundo semestre de 2015, a previsão é que 11 novas obras entrem em execução, somando R$ 85 milhões. Entre as obras estão cinco novos Cetis e a reforma das escolas estaduais Maria Rodrigues Tapajós e Santo Antônio, em Manaus, além de uma nova escola padrão 12 salas de aula em Maraã.

De acordo com o secretário da Seduc, Rossieli Soares da Silva, o pacote de obras em execução sinaliza o comprometimento do Governo do Estado com a universalização do ensino, firmando compromisso com a ampliação da rede escolar e a otimização das unidades de ensino já existentes.

A estimava, segundo a Seduc, é que somente com as novas construções, um total de 45.600 novas vagas serão abertas na rede pública estadual de ensino.

Abrangência –

Prezando pela interiorização do desenvolvimento, o pacote de obras abrange obras na capital e em mais 30 municípios, sendo eles Anamã, Atalaia do Norte, Autazes, Apuí, Amaturá, Barreirinha, Benjamin Constant, Borba, Codajás, Canutama, Caapiranga, Coari, Envira, Fonte Boa, Humaitá, Iranduba, Itamarati, Itapiranga, Itacoatiara, Juruá, Japurá, Manicoré, Manacapuru, Nhamundá, Presidente Figueiredo, São Paulo de Olivença, São Gabriel da Cachoeira, Tapauá, Tonantins e Urucará.

Amazonianarede

Reportar Erro

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.