Luta Olímpica do Amazonas faz história no campeonato brasileiro sênior

Amazonianarede – Sejel

Osasco, SP – Com duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze, o Amazonas fez história no estilo livre masculino do Campeonato Brasileiro Sênior de Luta Olímpica, disputado neste sábado, 9 de março, no ginásio do Sesi, em Osasco (SP).

A equipe, formada por 16 atletas, recebeu todas as passagens aéreas do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel). O grupo faz parte do programa de excelência esportiva do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA).

Na luta mais emocionante da competição, Allan Ferreira, 31, venceu o paraibano Tassio Lima na decisão da categoria 74 kg. O amazonense perdeu o primeiro round, venceu o segundo e, no terceiro, virou o placar por 2 a 1 nos últimos segundos.

“Fiquei muito feliz por esse resultado, principalmente porque eu estou retomando minha carreira na luta olímpica. Além disso, teve um gostinho especial, pois a minha categoria foi a mais disputada do Campeonato Brasileiro”, comemorou Allan Ferreira, que garantiu vaga na seleção brasileira, além do direito de receber a Bolsa-Atleta Federal e Municipal em 2013.

HEXACAMPEÃO

A outra medalha de ouro já era esperada. O fenômeno Waldeci Silva, 30, atropelou quatro adversários e faturou seu sexto título brasileiro. Na final da categoria 60 kg, ele superou o paulista Juliano Costa por pontos, de forma incontestável.

“Dedico essa vitória à minha família, meus treinadores, amigos e a todos que acreditam no esporte. Desde que o governador Omar Aziz assumiu o Governo, a luta olímpica tem crescido muito, pois a secretária Alessandra Campêlo não mede esforços para ajudar os atletas”, disse o hexacampeão, que é bolsista do Ministério do Esporte e também é um dos beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta da Prefeitura de Manaus.

OUTROS MEDALHISTAS

A prata foi conquistada por Ednei Souza (CTARA/Prefeitura de Manaus), de 32 anos. Ele disputou a final da categoria 55 kg e viu o ouro ficar nas mãos do carioca Wellington Silva. A medalha de bronze veio com a revelação Paulo Victor Santos, 22.

FESTA NOS BASTIDORES

De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva e Olímpica (Falle), José Falabella Netto, a campanha foi histórica. “Com esse resultado obtido aqui no Campeonato Brasileiro Sênior, o Amazonas agora tem a segunda melhor equipe do Brasil no estilo livre masculino. Além, terminamos em quarto lugar geral, entre 18 Estados. É algo sem precedentes na história do nosso esporte”, destacou o dirigente.

Segundo Falabella, essa façanha é resultado de investimentos na qualificação e profissionalização dos treinadores. Outro motivo do sucesso da luta olímpica amazonense é adesão ao Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA).

“Graças ao empenho direto da secretária Alessandra Campêlo e de toda sua equipe, hoje a luta olímpica vive uma excelente fase. Nosso objetivo é manter essa parceria com o Governo do Estado e continuar com nossos atletas de ponta no programa Bolsa-Atleta da Prefeitura de Manaus. Agora vamos buscar também o patrocínio da iniciativa privada, para fortalecermos ainda mais o esporte e alcançar o objetivo maior, que é colocar atletas do Amazonas na Olimpíada de 2016”.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.