Lula diz que sindicalistas vão às ruas defender Dilma de ‘enrascada’

Lula garante que sindicalistas irão às ruas ajudar Dilma a sair dessa enrascada
Lula garante que sindicalistas irão às ruas ajudar Dilma a sair dessa enrascada
Lula garante que sindicalistas irão às ruas ajudar Dilma a sair dessa enrascada

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (14) em evento da Central Única dos Trabalhadores (CUT) que sindicalistas são as pessoas que vão às ruas defender a presidente Dilma Rousseff de ‘”enrascada”.  Ele falou na abertura do Congresso Nacional dos Metalúrgicos da CUT, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

“Companheira Dilma, se tem gente que vai para a rua para te defender e te ajudar a sair dessa enrascada em que nós estamos, é essa gente aqui”, afirmou. Lula não explicou a que se referia com o termo “enrascada”.

Companheira Dilma, se tem gente que vai para a rua para te defender e te ajudar a sair dessa enrascada em que nós estamos, é essa gente aqui.”

Luiz Inácio lula da Silva, ex-presidente da República

No último fim de semana, mais de 700 mil pessoas se reuniram em cidades de 24 estados e no Distrito Federal em atos que manifestavam, principalmente, insatisfação como governo de Dilma.

Os manifestantes também protestavam contra a corrupção e, em alguns casos, defendiam intervenção militar. Pesquisa Datafolha divulgada no último dia 11 apontou aprovação à Dilma, medida pelo número das pessoas que consideram o governo “ótimo” ou “bom”, está em 13%.

Em seu discurso, Lula afirmou que em 2005 ele recebeu apoio dos movimentos sociais no momento em que seu governo enfrentava as denúncias do mensalão.

“Foi isso que deixou eles com medo. Já estavam até falando em impeachment. Aí eu falei: ‘então, vamos pra rua’. Eu sei que logo, logo eles baixaram o facho, nós ganhamos 2006, elegemos a Dilma em 2010 e repetimos ela em 2014.”

Em sua fala a sindicalistas, Lula também pediu a Dilma para que “tente evitar” a aprovação do projeto de lei que regulamenta a terceirização, em análise pelo plenário da Câmara.

“Dilma, conte conosco para qualquer coisa, mas tente evitar a aprovação. Ela [Dilma] não é deputada e portanto não pode votar, mas tente fazer que o Congresso Nacional respeite as conquistas dos trabalhadores”, afirmou.

Lula disse que as conquistas trabalhistas foram obtidas com muita luta e, na avaliação dele, “certamente o senhor Eduardo Cunha [presidente da Câmara] não sabe”. O ex-presidente recomendou aos sindicalistas que conversem com os deputados.

Danny Glover

O evento da CUT desta terça-feira contou com a participação do ator norte-americano Danny Glover, conhecido por seu ativismo em temas de direitos humanos e ligado a centrais sindicais dos Estados Unidos. Ele posou para foto segurando cartaz contra a regulamentação da terceirização e elogiou Lula: “meu herói”, afirmou.

O Congresso Nacional dos Metalúrgicos da CUT reúne trabalhadores de todo o país e  sindicalistas dos cinco continentes. O evento discute a política industrial brasileira, a defesa do emprego e a organização sindical da categoria metalúrgica.

O Congresso é organizado pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), entidade que representa quase um milhão de trabalhadores em todo o país.

Amazonianarede-Globo

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.