Josué Neto reúne a Mesa Diretora e define novo modelo de Assembleia Itinerante

(Foto: Alberto César Araújo – Aleam)

Durante reunião da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), realizada na manhã desta quarta-feira (25), o presidente Josué Neto (PSD) definiu com os demais membros o modelo das futuras reuniões itinerantes e que neste ano só haverá uma sessão no interior.

Neto disse que, embora não se tenha definido o município, Itacoatiara é a cidade mais provável para abrigar a única Itinerante do ano.

“Por se tratar de um novo modelo de reunião itinerante, nós vamos fazer num município da Região Metropolitana, onde o deslocamento será feito com custos menores, e por se tratar de um novo modelo do qual nós ainda não temos experiência, vamos procurar fazer com a maior contenção de custos possível”, argumentou o deputado.

De acordo com Josué Neto, o novo modelo da Assembleia Itinerante vai realizar audiências públicas sobre os problemas da região, convidando representantes do Ministério Público, do Tribunal de Justiça, da Defensoria Pública, e das principais secretarias com ações no interior, principalmente instituições da área de educação como a UEA, a Ufam e o CETAM, cujas estruturas estão crescendo bastante nos municípios interior.

A previsão é que essa reunião aconteça na segunda quinzena de outubro, de uma forma pré-agendada, pré-elaborada, com cronograma específico de horários para atender a participação da população, dos vereadores, prefeitos e demais autoridades dos outros poderes.

“Estamos pretendendo fechar para o município de Itacoatiara, por causa do deslocamento por via terrestre, e por se tratar de um município polo na sua região, o que atende os quesitos no novo modelo elaborado”, explicou Josué Neto, informando que a ideia é transferir a sede do Poder Legislativo para o município durante dois a três dias e lá fazer a reunião dentro de um ambiente que favoreça a maior participação possível do público.

O presidente Josué Neto adiantou que o planejamento é no sentido de que apenas uma Assembleia Itinerante seja realizada neste ano de 2013. “Se entendermos que o trabalho foi bom, que teve repercussão e o resultado foi positivo, vamos tentar fazer, no próximo ano, num município onde nunca houve antes, como é o caso do Alto Rio Negro. Aí nós vamos ter de conter mais os gastos ainda, uma vez que o deslocamento é por via aérea”, apontou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.