Josué Neto diz que há consenso sobre as vagas federais e voto secreto na ALEAM

Amazonianarede – Aleam

Manaus – Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (13), pouco antes da Sessão Especial em homenagem ao escritor e ex-deputado Mário Diogo de Melo, o presidente Josué Neto (PSD) disse que a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) está trabalhando em várias frentes para aumentar o número de vagas do Amazonas na Câmara Federal e que a derrubada do voto secreto durante as votações é consenso entre os deputados da Casa. “Só falta definir a forma como será feita para que a matéria seja levada ao plenário para votação”, disse ele.

Segundo Josué Neto, o diálogo está aberto tanto na questão das vagas federais, que implicam também no aumento de cadeiras na ALEAM, quanto na formulação do projeto da PEC do Voto Secreto. Em ambos os casos, os parlamentares estão unidos e a presidência vai encaminhar as duas questões sempre ouvindo todos os membros do Parlamento estadual. “O nosso direcionamento é esse: unir todos em torno da resolução das questões mais importantes”, disse Josué.

No caso das vagas federais, o presidente informou que ainda existe muita coisa a fazer, uma vez que o processo do Amazonas está nas mãos da ministra-relatora Nancy Andrighi, no TSE, que deverá apresentar seu relatório final com o parecer oficial ainda neste primeiro semestre. “A lei não permite que ela (ministra Nancy) divulgue nada, antes de emitir o parecer oficial. Ela nos recebeu de uma forma muito educada, demonstrando interesse, compreendendo o pedido da nossa casa, e nós estamos aguardando o parecer oficial da ministra”, explicou.

A respeito da matéria que extingue o voto secreto, o presidente Josué Neto disse que já conversou com alguns colegas, tanto de situação quanto de oposição, “para que nós possamos entrar em um acordo, no sentido de que, assim como extinguimos em parte o auxílio-paletó e encaminhamos ontem um requerimento ao governador do Estado, da mesma forma, e com o mesmo sentimento de união e de debater e aparar todas as arestas nos assuntos, nós vamos, nos próximos 15 dias, aprovar essa matéria do voto secreto”.

Segundo ele, a aprovação da PEC “não é problema para a casa”, uma vez que a maioria dos deputados já entende que existe uma vontade da população “e nós não temos nenhum problema em votar de forma abertas todas as matérias”. Em seguida, o presidente definiu seu posicionamento: “Eu sou pelo voto aberto. Quando eu fui vereador de Manaus o meu voto já era aberto”. Josué disse também não ter nenhum problema pessoal ou político “em votar de forma que as pessoas saibam qual é o meu voto. E essa minha opinião é a opinião da maioria dos colegas com os quais eu tenho conversado”, garantiu ele.

Ainda em relação à votação de matérias, o presidente Josué Neto disse que o plenário avançou muito nesta semana, principalmente no dia de ontem (terça, 12). “Nós votamos aqui mais de 70 matérias, entre projetos e requerimentos, no segundo dia de pauta extensa dentro do esforço concentrado. Nós estamos caminhando, e às vezes até numa velocidade muito maior do que a Casa nunca teve em sua história”, argumentou.

Fonte: Diretoria de Comunicação 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.