José Melo inaugura ramal e anuncia convênio para recuperar novas estradas

27-04meloO governador do Amazonas, José Melo, inaugurou na manhã deste sábado, 26 de abril, no município Careiro Castanho (a 88 quilômetros de Manaus) o ramal do Anveres, que tem 3,1 quilômetros de extensão e anunciou convênio com a prefeitura do município para recuperar outros ramais da região. Na mesma ocasião, José Melo entregou 30 mil alevinos de tambaqui e 400 mil pós-larva da espécie, beneficiando cerca de 150 piscicultores familiares. Ainda na manhã de sábado, o governador esteve em Manicoré (a 332 quilômetros da capital), onde lançou um pacote de medidas em socorro a produtores rurais, comerciantes e famílias atingidas por uma das maiores cheias de todos os tempos.

O ramal do Anveres do Careiro Castanho recebeu investimentos da ordem de R$ 3 milhões e vai facilitar o escoamento da produção rural de mais de 100 famílias que vivem no entorno da estrada. O governador conversou com o prefeito do Careiro Castanho, Hamilton Vilar, para discutir a formatação de um convênio a fim de recuperar outros ramais cuja produção é pujante.

“Estamos beneficiando pessoas dedicadas e trabalhadoras que só querem uma oportunidade de escoar seus produtos. Aqui, nessa região, nós também vamos recuperar o ramal do Janauacá, do Cobra e do Purupuru”, disse Melo, frisando que a parceria do Governo do Estado com a prefeitura também será estendida para recuperar o sistema viário da sede do Careiro Castanho. A previsão é que essas obras sejam executadas até o fim do ano.

O produtor rural, Elyr Lima, 60, comemorou a recuperação do ramal do Anveres. “Esse ramal é muito importante para todas as famílias daqui. Agora ficou mais fácil escoar a produção, especialmente nesse período de chuvas, quando os ramais costumam ficar precários”, disse. Além da melhoria na estrada que beneficiou todos os produtores residentes na área do Anveres, o Governo do Estado beneficiou também a piscicultura do local com a entrega dos 30 mil alevinos e 400 mil pós-larva de tambaqui.

O piscicultor José Silva, 44, foi um dos contemplados pela Secretaria Estadual da Produção Rural (Sepror), que distribuiu para cada piscicultor mil unidades de alevinos de tambaqui. Segundo o produtor, em 12 meses, os alevinos darão um retorno financeiro de R$ 15 mil. “Calculando que cada unidade cresça e fique entre 2kg a 3kg, dá pra vender e investir ou ampliar o negócio”, disse.

Manicoré – As medidas anunciadas pelo governador José Melo em Manicoré incluem a disponibilização pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) de uma linha de crédito especial aos produtores, além da remissão das dívidas de financiamentos feitos através do órgão e do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria (ICMS) devido por comerciantes do município e também se estende aos demais municípios das regiões dos rios Madeira e Purus. Na solenidade de lançamento do programa, realizada no Centro Juvenil Salesiano, estavam presentes os prefeitos e representantes dos 12 municípios que serão alcançados pela medida.

José Melo ainda assinou um convênio de R$ 200 mil com a Prefeitura de Manicoré para ajudar no socorro às vítimas da cheia e liberou R$ 396 mil em Cheque Solidário, que consiste em uma ajuda financeira de R$ 300 para cada uma das 1.400 famílias afetadas pela enchente em Manicoré. O recurso é para ajudar na recuperação dos prejuízos causados, compra de combustível, entre outras emergências. “É uma enchente muito grande que ceifou a produção de todos. Então, é nossa obrigação vir aqui trazer as boas novas, que são o perdão das dívidas com a Afeam e com a Sefaz e, ao mesmo tempo, trazer um novo financiamento, a longo prazo e a juros baixos para que possam recompor suas atividades”, justificou o governador.

O empréstimo terá dois anos de carência com mais cinco para pagar e ainda o subsídio de 50% do valor adquirido por conta do Estado. Já o perdão é para dívidas contraídas com a Afeam referentes à safra que foi perdida. Segundo José Melo, serão disponibilizados inicialmente R$ 15 milhões para financiamento. “É uma medida que ajuda não só as famílias atingidas, mas também a recuperar a economia do município”, disse o prefeito de Manicoré, Lúcio Flávio. No município, toda a população da zona rural foi atingida e a perda da produção foi quase que total. A Defesa Civil do Estado já distribuiu 2,5 mil cestas de alimentos, 700 kits de higiene, 700 kits de dormitório, 800 colchonetes, 21 barracas para vilas de abrigos temporários, 12 mil litros de água mineral, kits de medicamentos e de limpezas.

Educação, saúde e entrega de títulos – Ainda no município, José Melo lançou a pedra fundamental de um Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti), construído com aporte de R$ 15 milhões e visitou a obra do novo prédio da Escola Estadual Dídimo Soares, no valor de R$ 3,4 milhões. Ele também assinou a ordem de serviço do SPA e Maternidade do distrito de Santo Antônio do Matupi e entregou 126 títulos provisórios de terra e 11 Concessões de Direito de Uso (CDRUs). O documento favorece que os proprietários tenham acesso a benefícios de linha de crédito, programa de assistência técnica e direitos civis.

O governador destacou que o Estado vem fazendo grandes investimentos nas áreas de infraestrutura e social de Manicoré, como a adaptação de 80 casas de pessoas com deficiência, através do programa Viver Melhor – Habitação, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped). Ao todo 58 casas foram reformadas pelo Governo do Amazonas em Manicoré. O investimento na adaptação das 58 casas foi da ordem de R$ 580 mil reais.

Sistema viário – Para melhorar alguns trechos do sistema viário de Manicoré, o Governo do Estado está investindo cerca de R$ 6,3 milhões na recuperação de 8,3 quilômetros de ruas da sede do município. As obras devem ser finalizadas com o final do período de chuvas.

Foto: Alex Pazuello/Agecom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.