José Melo diz que Itacoatiara será referência de grande porto no Amazonas

Amazonianarede – Agecom

A posição hidrográfica de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus), cuja orla mantém volume de água compatível para receber grandes embarcações mesmo nos períodos de seca do rio Madeira, coloca o município como prioritário no planejamento estratégico do Governo do Estado para atrair investidores na área de logística portuária.

A avaliação foi feita pelo governador em exercício, José Melo, durante a cerimônia de inauguração do Terminal de Combustível de Petróleo e seus derivados, da empresa Equador Log, em Itacoatiara, na noite de quarta-feira, dia 13 de março. “Itacoatiara será com toda certeza nos próximos anos a referência de grande porto no Amazonas”, disse.

Para José Melo, a instalação do Terminal de Combustível no município reflete essa capacidade natural que Itacoatiara tem de atrair o interesse e investimentos no setor logístico portuário. Antes, as grandes embarcações que vinham abastecer o mercado e a indústria da região, além de cidades do Pará, Acre, Rondônia e parte do Mato Grosso, tinham grandes dificuldades de abastecimento de combustível em Manaus. Isso porque na rota entre a capital e o município de Itacoatiara existe uma região conhecida como tabocal, com grande concentração de pedras.

Para atravessar a região do tabocal, durante os quatro meses da vazante, os grandes navios tinham que reduzir a capacidade de carga em até 60% para não colidir nas pedras. Neste período o volume de água sai de 38 metros de profundidade (cheia) para pouco mais de 8,5 metros (seca). “A partir de agora Itacoatiara passa a viver um novo momento. A Equador deu o pontapé inicial. Isso com certeza vai atrair outras indústrias que devem aproveitar justamente a questão da logística que está se montando aqui com um porto de águas profundas que pode operar o ano todo sem problemas”, destacou o governador em exercício.

José Melo informou ainda que, em apoio ao desenvolvimento dessa atividade, o Governo do Estado está em articulação com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) para readequar a estrutura do porto de Itacoatiara e também de outros portos do Estado que demandam maior movimentação de carga e descarga e também aos fenômenos naturais como a seca e a cheia. “Essa demanda crescente nos faz planejar ainda a construção de uma ferrovia que liga Manaus a Itacoatiara voltada para o transporte de carga. Isso para um futuro próximo de dez a quinze anos”, comentou.

Reforço no abastecimento – A recém-instalada estrutura do terminal de combustível de Itacoatiara tem capacidade para armazenar 59 milhões de litros de combustível. Simultaneamente o terminal é capaz de abastecer um navio panamá e duas balsas de grande porte.

Na opinião do diretor geral da Equador Log, Humberto Carrilho, o Amazonas, bem como os outros Estados da região Norte que dependem dos postos de combustível do Estado, estão livres de “blackout”, a exemplo do que ocorreu ano passado. “Em vários postos as embarcações chegavam para abastecer e tinha uma placa ‘estamos sem combustível”, lembrou Humberto.

O diretor da Equador Log destacou ainda que a capacidade de armazenagem favorece consideravelmente o comércio e a indústria da região. “Os navios vão trafegar com capacidade total, evitando a necessidade de mais de um frete para atender a demanda de mercadorias na região”, reiterou.

Ampliação – Ainda para este ano o diretor anunciou a ampliação do terminal para armazenar mais cem milhões de litros de combustível. A obra já está licenciada e deverá ter início a partir do segundo semestre de 2013. “A primeira etapa consumiu R$ 150 milhões. A ampliação, mais R$ 100 milhões. O investimento vem 60% do BNDES e o restante é capital privado”, completou o diretor.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.