Hissa poderá ser expulso do PDT, por votar no Sim

No início de maro deste ano, Hissa Abrahão, trocou o PPS, partido por onde se elegeu deputado, pelo PDT

 

No início de maro deste ano, Hissa Abrahão, trocou o PPS, partido por onde se elegeu deputado, pelo PDT
No início de maro deste ano, Hissa Abrahão, trocou o PPS, partido por onde se elegeu deputado, pelo PDT

Amazonas – O deputado federal Hissa Abrahão, pré-candidato, presidente do Diretório Estadual do PDT, candidato a Prefeitura de Manaus e que votou a favor do impeachment da presidente Dilma, contrariando

O deputado que era do PPS, é um filiado novado do PDT e ainda não tem uma historia feita dentro do Partido. Sua filiação  aconteceu no dia 9 de março e mesmo sem ter essa história, no dia 2 de abril assumir a presidência do Diretório estadual do Partido e  em seguida lançou a sua pre-candidatura a Prefeitura de Manaus.

O deputado esclarece que ainda não foi notificado oficialmente sobre a decisão do diretório nacional, divulgada na internet, no início da tarde desta segunda-feira (18), em expulsá-lo do partido político e destituir a direção provisória no Amazonas.

Aguarda notificação

Hissa Abrahão ressalta que a partir da notificação vai reunir os seus advogados para apresentar defesa prévia dentro do prazo (30 dias) estipulado pelo estatuto pedetista.

O deputado salienta que, ainda, se encontra em Brasília (DF). Ele concederá uma coletiva de imprensa para explicar as razões do seu voto a favor do impeachment e as consequências para as eleições de 2016, nesta terça-feira (19), às 15h, em seu escritório da representação política, localizado na rua Rio Içá, 17, conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das graças, Zona Centro-Sul de Manaus.

Amazonianarede

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.