Grupo canta “Robocop Gay” para Marco Feliciano em avião

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, pastor Marco Feliciano (PSC), passou por momentos, no mínimo constrangedores, durante uma viagem de avião que seguia para São Paulo.

Feliciano, que ao longo dos últimos meses se engalfinhou com grupos de defesa dos homossexuais por conta de declarações polêmicas contra o segmento e por defender o projeto batizado de Cura Gay, que entende a homossexualidade passível de ser tratada pela medicina, foi hostilizado por um grupo de cerca de dez passageiros que cantaram a música Robocop Gay, do grupo Mamonas Assassinas.

A cena, gravada em vídeo nesta sexta-feira (9), mostra os manifestantes cantando e dançando junto à fileira de cadeiras na qual Feliciano encontrava-se sentado. Passadas de mão no cabelo do deputado bem como um “show de rebolado” fizeram parte da performance dos manifestantes. Munido de fones de ouvido e um livro, o parlamentar permaneceu indiferente diante das provocações. A situação constrangedora aparentemente foi contornada mediante a intervenção de outros passageiros que pediram o fim do protesto em pleno voo.

“Sofri xingamentos o voo todo. Havia crianças no voo, famílias”, escreveu Marco Feliciano em sua conta no Twitter. A assessoria do deputado divulgou o vídeo após editá-lo e nele aparece a perginta: “quem realmente são os intolerantes”?.

Segundo o cantor gospel Roberto Campos, que também estava no voo, agentes da Polícia Federal aguardavam o pouso da aeronave para identificar os autores da manifestação, mas Feliciano teria optado por não prestar queixa sobre o ocorrido.

(Com Brasil247)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.