Greve de 72 horas dos servidores da Amazonas Energia em Manaus

Servidores da Amazonas Energia, param por 72 horas
Servidores da Amazonas Energia, param por 72 horas
Servidores da Amazonas Energia, param por 72 horas

Manaus – Servidores da Eletrobras Amazonas Energia iniciaram paralisação de 72 horas a partir desta segunda-feira (31). Segundo o Sindicato dos Urbanitários do Amazonas, a categoria reivindica 11,58% de reajuste.

De acordo com o presidente do sindicato, Edinei Silva Martins, os servidores do Amazonas aderiram ao movimento nacional que também protesta contra a privatização de distribuidoras de energia.

“O segundo motivo da paralisação hoje [segunda-feira], é quanto ao processo de privatização das distribuidoras, então o governo está com a possibilidade de venda das empresas de distribuição do setor elétrico, a venda das empresas pertencentes à Eletrobras, e dentre elas a daqui do Amazonas. Nós não concordamos, os trabalhadores, vão à luta, vão às ruas para tentar impedir esse processo de privatização,”disse.

Cerca de 1.500 servidores aderiram à paralisação, de acordo com o sindicato. Martins não descartou a possibilidade de greve.  “Nós estamos solicitando 11,58% e a empresa finalizou até agora com 8,17”, acrescenta Martins.

Segundo o presidente da Eletrobras Amazonas Energia, Antonio Paiva, as solicitações dos servidores serão tema de audiência. “Esta sendo discutido acordo coletivo de trabalho 2015/2016 hoje à tarde.

Por volta de 14h vai estar ocorrendo no Tribunal Superior do Trabalho uma audiência para tentar resolver essa questão. A gente espera que essa reunião chegue-se a um meio-termo para que se termine esse movimento”, disse.

Amazonianarde-Rede Amazonica

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.