GP da Hungria: Hamilton “honra” pole e vence a 1ª na Mercedes; Massa é 8°

Depois de cravar sua quarta pole position na temporada – a terceira consecutiva –Lewis Hamilton finalmente conseguiu “honrá-la” com uma vitória. Neste domingo, o piloto inglês liderou de ponta a ponta no Circuito de Hungaroring para conquistar o GP da Hungria, no primeiro triunfo de 2013 e o primeiro também desde que trocou a McLaren pela Mercedes.

Completam o pódio em Hungaroring o alemão finlandês Kimi Raikkonen, segundo colocado, e o atual campeão mundial, o alemão Sebastian Vettel, terceiro. Os dois travaram batalha pela segunda colocação até a última volta, em um dos poucos duelos emocionantes registrados na 10ª etapa da temporada. O brasileiro Felipe Massa terminou a prova na 8ª colocação, dentro da zona de pontuação.

O resultado ajuda a “esquentar” a briga pelo título antes da pausa que divide o campeonato – a próxima etapa, na Bélgica, em Spa-Francorchamps, só ocorre em 25 de agosto. Vettel segue na liderança, com 172 pontos, mas agora Raikkonen aparece na segunda colocação, com 134 pontos, um a mais do que Fernando Alonso, que terminou em 5° lugar em Hungaroring. Hamilton é quarto, mais próximo do que nunca, com 124 pontos.

Hamilton fez uma corrida irrepreensível: largou bem e manteve a primeira colocação, ponto considerado primordial pelos pilotos na Hungria, e não cometeu erros em um traçado conhecido por ser estreito e não permitir muitas ultrapassagens. Com o bom desempenho de sua Mercedes, venceu de forma tranquila sem ser ameaçado e sequer poupar pneus nas voltas finais.

Já Felipe Massa teve problemas: largou em 7º e ganhou uma posição, mas se chocou com Nico Rosberg ainda na primeira volta e teve a asa danificada. A Ferrari optou por não trocar a peça, provavelmente pelo nível de prejuízo aerodinâmico e pelo tempo que seria gasto nos boxes, o que poderia significar posições perdidas. Assim, não conseguiu desempenho para brigar por mais e terminou com a 8ª colocação.

Confira o resultado final do Grande Prêmio da Hungria:
1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 70 voltas em 1h42min29s445
2: Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – 10s9
3: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 12s4
4: Mark Webber (AUS/Red Bull) – 18s0
5: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 31s4
6: Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 32s2
7: Jenson Button (ING/McLaren) – 53s8
8: Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 56s4
9: Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 1 volta
10: Pastor Maldonado (VEN/Williams – a 1 volta
11: Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 1 volta
12: Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso) – a 1 volta
13: Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) – a 1 volta
14: Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 2 voltas
15: Charles Pic (FRA/Caterham) – a 2 voltas
16: Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a 3 voltas
17: Max Chilton (ING/Marussia) – a 3 voltas
Não completaram
Paul Di Resta (ESC/Force India)
Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
Valtteri Bottas (FIN/Williams)
Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)
Adrian Sutil (ALE/Force India)

(Terra) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.