Governo quer jogo ‘a vera’ no Maracanã antes da seleção e cogita Fla, Flu e final do Carioca

Rio – Depois do evento-teste no último sábado, o Governo do Rio de Janeiro quer fazer um jogo “a vera” no Maracanã antes da reinauguração prevista para o dia 2 de junho, no amistoso entre a seleção brasileira e a Inglaterra.

Segundo o secretário de esportes e lazer do Rio, André Lazaroni, a partida “de verdade”, no entanto, não poderia acontecer antes do dia 15 de maio, já que as obras no estádio ainda estão inacabadas.

Com isso, o duelo entre Fluminense e Emelec, no dia 8 de maio pela Libertadores, e a decisão da Taça Rio, já no próximo domingo, estão descartados de serem disputados no Maracanã. Porém, o secretário cogitou jogos de Flamengo, Fluminense e uma possível final do Campeonato Carioca.

“Queremos um jogo a vera pra testar o comportamento do estádio, mas tem que ser depois do dia 15. Fluminense e Emelec já está fora. Passando dessa etapa pode ser até mesmo um jogo do Fluminense pela Libertadores. Tem o Flamengo pela Copa do Brasil também. Tem que ser depois do dia 15”, explicou André Lazaroni, em entrevista à Rádio Tupi.As partidas citadas que têm chances de acontecer no Maracanã são entre Flamengo e Campinense, pela Copa do Brasil no dia 15 de maio, se o Rubro-Negro carioca não eliminar a volta, uma eventual quartas de final da Libertadores envolvendo o Fluminense, e uma possível final do Carioca, no dia 19 de maio, entre Botafogo e Fluminense.

No entanto, a realização desses jogos ainda não contaria com a capacidade total do estádio de 78.838 torcedores, já que não deve haver tempo para todas as obras serem finalizadas.

“Entendemos que até o dia 15 não teremos nenhum jogo teste. Se tiver uma decisão do Estadual, vamos avaliar a possibilidade da realização do segundo jogo no estádio. A ideia é ter um evento para testar o comportamento do estádio. Água, banheiro, entrada dos torcedores. Este evento terá capacidade de 50% do estádio somente. Só teremos 100% no jogo da seleção”, explicou o secretário de esportes e lazer.

Nesta terça-feira, André Lazaroni vai se reunir com o Rubens Lopes, presidente da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), para discutir o assunto. No evento-teste do último sábado, entre os amigos de Ronaldo e de Bebeto, o Maracanã foi utilizado com apenas 30% da capacidade. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.