Governo descarta apoio a invasores de terra

Governo do Estado descarta apoio a invasores de terra
Governo do Estado descarta apoio a invasores de terra
Governo do Estado descarta apoio a invasores de terra

Amazonas – O Governo do Amazonas divulgou nota no início da noite desta segunda-feira (26) informando que não vai interceder em decisão judicial que retirou invasores de área localizada no Bairro Tarumã, Zona Oeste da capital, e de conjunto de imóveis populares.

Um grupo formado por cinco representantes de invasores, que se identificaram como ocupantes da localidade conhecida como Cidade das Luzes e do Conjunto Cidadão X, foi recebido na Casa Civil do Estado ainda pela manhã. Antes, eles promoveram o bloqueio da Avenida Brasil, também na Zona Oeste, para solicitar apoio do governo.

Durante reunião na Casa Civil, o grupo de manifestantes entregou solicitação, por escrito, para que permaneçam nos locais de onde foram retirados por força de decisão judicial que autorizou reintegração de posse.

Segundo a Casa Civil, no caso do Conjunto Cidadão X, os imóveis de onde os invasores foram retirados já têm proprietários em lista de espera.

Sobre a invasão Cidade das Luzes, a Casa Civil informa que existe, inclusive, solicitação da Polícia Federal de que o Estado se abstenha de realizar qualquer obra de infraestrutura no local, no intuito de evitar danos maiores ao meio ambiente na região do Tarumã.

De acordo com o governo, a Polícia Federal (PF), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) atuam nos dois casos e não há possibilidade de intervenção nas decisões. A nota divulgada informou também que o estado não compactua com a ocupação desordenada de espaços públicos e que mantém política habitacional em locais planejados da capital.

Protesto Duas vias da Avenida Brasil, na frente da Sede do Governo, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, foram interditadas por manifestantes na manhã desta segunda. O protesto também causou congestionamento nas vias próximas ao local.Os manifestantes entraram em acordo com a Polícia Militar (PM) para liberar uma das vias.

De acordo com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus  (Manaustrans), a via foi fechada por volta das 9h55. Os veículos que trafegavam pelo local  foram desviados para a Avenida Coronel Teixeira.

Segundo os manifestantes, a comunidade Cidade das Luzes existe há mais de um ano, e a PM vai ao local constantemente para retirar as famílias do lugar.

Amazonianarede

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.