Furacão Raymond ganha força, mas deve poupar o México

(Reportagem de Dave Graham)

O primeiro grande furacão deste ano no leste do Pacífico ganhou força e praticamente parou na madrugada desta segunda-feira na costa do México, mas meteorologistas preveem que a tempestade se afastará do litoral durante a semana.

Comunidades na costa sul mexicana se prepararam na noite de domingo para a passagem do furacão Raymond, que avançava lentamente na direção de Acapulco, balneário já assolado por fortes tempestades no mês passado.

Nas primeiras horas da segunda-feira, o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) reclassificou o Raymond como um furacão da categoria 3, em vez da categoria 2, dizendo que seus ventos haviam se acelerado para 193 km/h.

Mas o furacão parou de avançar quando estava a cerca de 185 quilômetros do México, e deve permanecer estacionado nesta segunda-feira, para então deslocar-se para oeste, distanciando-se do continente, na noite de terça-feira ou na quarta.

O NHC disse em seu site que, se a atual tendência for mantida, “os alertas para o México devem ser alterados”.
Mas o centro-sul mexicano deve continuar sofrendo chuvas fortes nos próximos dias, provocando perigosas inundações e deslizamentos, disse o NHC.

Na noite de domingo, as autoridades determinaram a suspensão das aulas em Acapulco. Todo o trecho entre Acapulco, no Estado de Guerrero, e Lázaro Cárdenas, em Michoacán, está sob alerta. Não há instalações petrolíferas importantes nessa área.

Em meados de setembro, o México já sofreu as piores inundações da sua história, quando as tempestades tropicais Manuel e Ingrid confluíram, vindas do Pacífico e do golfo do México, matando mais de 150 pessoas e causando danos estimados em cerca de 6 bilhões de dólares.

Acapulco, cuja economia depende muito do turismo, registrou sua pior ocupação hoteleira da história depois das tempestades, e só agora está começando a se recuperar.

O Serviço Nacional de Meteorologia previu até 150 milímetros de chuvas no litoral. A costa do Golfo também está sofrendo chuvas fortes por causa do avanço de uma frente fria.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.