Fumaceira que encobriu Manaus mandou 13 pessoas para o SPA

SPAs atendem 13 pessoas que passaram mal com a fumaça que encobriu Manaus
SPAs atendem 13 pessoas que passaram mal com a fumaça que encobriu Manaus
SPAs atendem 13 pessoas que passaram mal com a fumaça que encobriu Manaus

Manaus – Treze pessoas, entre elas quatro crianças, precisaram de atendimento médico em razão do desconforto respiratório ocasionado pela nuvem de fumaça de queimadas que encobriu Manaus na manhã desta quinta-feira (1º).

A fumaça cinzenta e densa dificultou a respiração e prejudicou a visibilidade em ruas e avenidas da capital. Na Zona Oeste, por exemplo, toda a orla da Ponta Negra, cercada pelo Rio Negro, ficou encoberta (veja o vídeo ao lado). O Corpo de Bombeiros informou que o problema ocorreu devido a incêndios que ocorrem provavelmente em área de floresta no interior do estado.

A Secretaria de Saúde comunicou que não houve aumento expressivo da demanda de pessoas relatando desconforto respiratório ou agravamento de quadros de infecção respiratória. No entanto, oito jovens e quatro crianças deram entrada no Serviço de Pronto Atendimento Eliamemme Mady, no Conjunto Galileia, na Zona Norte da cidade. A UPA Campos Salles, Zona Oeste da cidade, registrou um atendimento.

A Gerência de Urgência e Emergência da Secretaria recomendou que, nessas situações, as pessoas procurem aumentar a ingestão de líquidos e busquem locais arejados. “Em caso de qualquer mal-estar, procurem os Serviços de Pronto-Atendimento existentes em Manaus”, informou.

Incêndios
Desde o início do ano o Corpo de Bombeiros já atuou em mais de 310 combates a incêndio em todo o estado, ultrapassando todo o número de ocorrências registrado no ano passado.

“[A fumaça] Deve ser algum deslocamento de massa de ar de alguma área com vegetação queimando, que se deslocou para Manaus. O Corpo de Bombeiros está atuando em diversos municípios, mas não temos a capacidade de identificação ampla da origem. Há muita queimada na Região Sul do estado”, explicou o tenente Janderson Lopes, do Corpo de Bombeiros do Amazonas.

Clima seco

a fumaceira que encobriu pela manhã a capital, afetou a saúde de muita gente e alguns, procuram atendimento nos SPAs
a fumaceira que encobriu pela manhã a capital, afetou a saúde de muita gente e alguns, procuram atendimento nos SPAs

O “verão amazônico” deverá continuar na capital até dezembro em Manaus. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de que as chuvas fiquem abaixo do normal na capital e em parte do interior do Amazonas.

De acordo com o Inmet, o acumulado de chuva registrado no mês de setembro foi de 15,8mm, considerado extremamente seco para o período. Poucas chuvas devem ocorrer até dezembro.

No mês passado, a capital registrou a mais alta temperatura dos últimos 90 anos, com 38,9ºC. O Inmet atribui a intensificação do calor ao fenômeno El Niño. O clima seco tem favorecido o surgimento de queimadas na capital e no interior.

Amazonanarede-Rede Amazonica

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.