Falcão marca dois, e o Futsal brasileiro atropela os “herrmanos” argentinos  na Arena Amadeu Teixeira: 8 a 2

Falcão marca dois, e o Futsal brasileiro atropela os “herrmanos” argentinos  na Arena Amadeu Teixeira: 8 a 2

Craque faz o 399º gol pela seleção brasileira e ainda deu outras duas assistências, em atuação de gala. Time canarinho venceu hermanos por 8 a 2 pelo segundo dos quatro amistosos

Manaus, AM – Com show de Falcão, o Brasil não tomou conhecimento da Argentina e goleou a atual campeã do mundo por 8 a 2, nesta terça-feira, na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus, pelo segundo dos quatro jogos válidos pelo Desafio das Américas. O camisa 12 marcou duas vezes, além de distribuir duas assistências na goleada.

Os outros gols do time canarinho foram marcados por Bruno, ainda no primeiro tempo, e Rodrigo, Felipe Valério, Marcel, Lé e Douglas, já na segunda etapa. Os hermanos descontaram duas vezes com Nicolás Lamas.

Falcão fez os dois gols em menos de 10 minutos, mas parou na marca de 399 pela seleção brasileira, ficando a um tento de feito histórico. O Brasil ainda encara a seleção argentina duas vezes, ambas na casa do adversário.

Primeiro tempo

O primeiro tempo começou quente, com bastante faltas cometidas de ambas equipes. A primeira chance, porém, foi da Argentina. Lé errou na saída de bola, Baisel aproveitou a falha e, cara a cara com Willian, carimbou a trave. O lance acordou, curiosamente, a seleção brasileira, que melhorou com a entrada de Falcão.

No primeiro lance, o ala esquerdo tabelou com Marcel, saiu de frente para o gol e só deslocou o goleiro para marcar o 398º pela seleção brasileira.

O 399º veio em seguida. Lino roubou a bola e deixou o craque livre, que mais uma vez bateu com frieza conhecida. Bruno ainda fez o terceiro no primeiro tempo para consolidar a superioridade.

Segundo tempo

Logo no início da segunda etapa, Felipe Valério fez bela jogada individual pela direita, tirou um marcador e bateu forte, para defesa do goleiro Juan Cruz. A Argentina não tardou a responder. Após tabelinha, Julián Caamaño chutou forte, mas Willian operou milagre para salvar a seleção brasileira.

Os minutos seguintes foram de um atropelo sem dó do time canarinho. Primeiro Rodrigo trocou passes pela esquerda e, mesmo com Falcão livre pela direita, resolveu bater para ampliar o marcador.

Quando a Argentina teve Emiliano Greco expulso, o Brasil acertou a trave duas vezes, ambas com Rodrigo. Era o presságio do que estava por vir.

Felipe Valério aproveitou passe de Falcão, saiu cara a cara com goleiro e marcou o quinto. No lance seguinte, Marcel recebeu pela direita, fintou um marcador e encontrou o canto do goleiro Cruz para aumentar a contagem. O Brasil chegou ao sétimo com Lé, que recebeu de Falcão e, com o gol aberto, ampliou.

A Argentina ainda conseguiu diminuir. Com o goleiro linha, hermanos articularam pela direita, mas a jogada se resolveu mesmo quando a bola chegou na ponta esquerda, e Lamas empurrou para rede.

A seleção voltou a ampliar com Douglas, antes de Lamas, pela última vez, dar números finais ao jogo.

Amazoninarede-GE

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.