Escola estadual faz uso das redes sociais para aprimorar o ensino de ciências exatas

Manaus – Tendo em vista o grande interesse e aceitação dos jovens pelas redes sociais propiciadas pela internet, a escola estadual Raimundo Gomes Nogueira, localizada no conjunto Ajuricaba (zona centro-oeste de Manaus) está utilizando o Facebook como ferramenta para aprimorar o ensino de disciplinas como a Matemática.

Por meio deste recurso, estudantes do 8º e do 9º ano do ensino fundamental da escola, em sua maioria com faixa etária variando entre 13 e 15 anos, participam de grupos de estudos, têm acesso a exercícios complementares aos da sala de aula e ainda recebem orientação personalizada dos professores participantes do projeto, tudo de forma on-line, acessível inclusive em horários após o expediente escolar.

Nesta sexta-feira, 14 de junho, como acontece em todo o bimestre letivo, a escola promoveu sua “Facemática”,que é uma gincana seguida de exposição temática na qual os alunos apresentam aquilo que assimilaram ao longo dos últimos dois meses.

“Como as redes sociais têm grande repercussão entre os jovens, decidimos utilizar estas ferramentas como estratégia para reforçar o ensino. Assim, o que era um problema – o uso de smartphones mesmo na escola – transformou-se em solução”, explicou a professora de Matemática da escola e coordenadora do projeto, Criseudes de Souza Corrêa.

De acordo com ela, 230 estudantes do 8º e do 9º ano do ensino fundamental estão integrados ao projeto. “Iniciamos em 2012 com as turmas do 9º ano e em 2013 expandimos para as turmas de 8º ano. Como metodologia criamos em cada uma das turmas quatro subgrupos, divulgamos conteúdos educativos e exercícioson-line para que eles possam responder, reforçando assim o que eles aprendem em sala de aula”, explicou Criseudes Corrêa.

A educadora disse ainda que um dos pontos fortes do projeto é o acompanhamento quase que personalizado dos professores. “Em datas e horários amplamente divulgados, nos dispomos a ficar on-line e responder a dúvidas dos alunos em tempo real, pela internet. Isso tem atraído muito a atenção dos alunos e servido para desmistificar a Matemática, além de auxiliar o desenvolvimento escolar”, acrescentou Criseudes Corrêa.

Boa aceitação – Entre os alunos, a novidade proposta pela escola para o ensino da Matemática, empolga e é vista com bons olhos. Aline Rios, 15, aluna do 8º ano disse que o que era utilizado apenas para o entretimento, agora é um instrumento de aprendizado. “E o interessante é que aprendemos de modo divertido, pois os conteúdos são dinâmicos. Outro ponto fundamental é a interação dos professores com a turma, pois eles passam os exercícios e fazem questão de nos auxiliar, pela internet, caso surjam dúvidas”, disse a jovem.

Leonardo Gabriel, 14, também é aluno do 8º ano. Para ele, após o uso da internet, a Matemática deixou de ser complicada. “Hoje vejo que a Matemática não é mais difícil que as outras disciplinas, o que precisávamos era de um estímulo para aprender. Esse estímulo agora nós temos”, comentou.

A gestora da escola Raimundo Gomes Nogueira, professora Tatiane Ayres, informou que o projeto favorece o maior aproveitamento dos estudantes. “O dia da gincana bimestral serve para notarmos o quanto o projeto é bem aceito. Em nossa instituição investimos em projetos, pois acreditamos que este é o caminho para atrair a atenção dos alunos e atingirmos nossos objetivos com qualidade”, apontou a gestora.

(Agecom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.