Eleitos no Amazonas em 2014 são diplomados nesta quinta-feira

18-12meloManaus – Fazendo valer a democracia, a solenidade de diplomação dos representantes do Poder Executivo e Legislativo, eleitos no pleito de 2014, ocorreu na manhã desta quinta-feira (18), no auditório do colégio Século, na Zona Oeste de Manaus.

O governador José Melo (Pros), mais uma vez, mostrou ter o favoritismo e a simpatia de seus eleitores. Melo foi bastante aplaudido durante sua entrada no palco e com grito de ordem “Ele merece”, foi diplomado.”

A cerimônia, conduzida pela presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Socorro Guedes, iniciou com a diplomação, em ordem alfabética, dos 23 deputados estaduais, Josué Neto, Ricardo Nicolau, David Almeida (PSD), José Ricardo, SinésioCampos (PT), Belarmino Lins, Wanderley Dallas, Dr. Vicente (PMDB), Sabá Reis, Cabo Maciel (PR), Abdala Fraxe, Orlando Cidade (PTN), Bosco Saraiva, Bi Garcia (PSDB), Platiny Soares (PV), Serafim Corrêa (PSB), Dermilson Chagas (PDT), Augusto Ferraz (DEM), Sidney Leite (PROS), Luiz Castro (PPS), Alessandra Campelo (PCdoB), Pastor Carlos Alberto (PRB), Adjuto Afonso (PP). O deputado Francisco Souza (PSC) será diplomado apenas após a apresentação da prestação de contas.

Em seguida, ocorreu a diplomação dos oito deputados federais eleitos Artur Bisneto (PSDB), Silas Câmara (PSD), Alfredo Nascimento (PR), Marcos Rotta (PMDB), Hissa Abrahão (PPS), Pauderney (DEM), Atila Lins (PSD), Conceição Sampaio (PP) e dos suplentes do senado. E para encerrar a solenidade, foram diplomados o senador eleito Omar Aziz (PSD), o governador do Estado, José Melo (Pros), e seu vice, Henrique Oliveira (SDD).

Os suplentes dos deputados estaduais e federais serão diplomados no dia 14 de janeiro, às 19h, no TRE-AM.

Diplomação após prestação de contas

Mesmo tendo seu mandato indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), hoje (18), o deputado estadual Francisco Souza (PSC) será diplomado. O parlamentar deixou de fazer o recadastramento biométrico, o que ocasionou o cancelamento do título eleitoral, o impossibilitando de ter sua candidatura validada.

A diplomação ocorrerá somente quando ocorrer a prestação de contas acompanhada pelo TER-AM.O político, que vota em Iranduba, teve o seu pedido de candidatura deferido durante sessão plenária ontem (17) pelo Tribunal Superior Eleitoral e foi considerado eleito.

Por Kattiúcia Silveira e Luana Dávila (Equipe EM TEMPO Online)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.